Redes Sociais

Cidades

Mulher é presa tentando entrar no CPP com drogas nas partes íntimas

Levada para uma sala reservada, suspeita confessou o crime

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Uma autônoma de 27 anos foi presa neste sábado (2) ao tentar entrar no Centro de Progressão Penitenciária ‘Dr. Javert de Andrade’, o CPP de Rio Preto, com cocaína escondida nas partes íntimas. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a suspeita confessou que receberia R$ 3 mil pelo ‘serviço’.

Agentes penitenciários declararam na Central de Flagrantes que era por volta de 8h50, quando estavam em trabalho de rotina na unidade. No momento em que a mulher passou pela máquina de scanner para visitar um dos reeducandos, foi visualizada uma imagem suspeita na parte íntima dela.

Levada para uma sala reservada e com supervisão de uma agente feminina, a visitante confessou “que tinha algo no corpo, mas que não sabia o que era. Recebeu o material de um desconhecido e que o companheiro dela, que cumpre pena no CPP, havia pedido que levasse para o local, pois receberia R$ 3 mil para isso”.

Espontaneamente retirou o embrulho do corpo e entregou para a agente. Com isso, foi conduzida até a delegacia. A substância retornou de análise com resultado positivo para cocaína. De acordo com o despacho, o delegado afirma que “a quantidade encontrada não se trata apenas para mero consumo pessoal”.

A envolvida foi mantida presa e à disposição da Justiça, sem direito a fiança.

AS MAIS LIDAS