Redes Sociais

Cidades

Padre é agredido a pauladas e roubado em Rio Preto

Agressor danificou o carro da vítima e levou carteira e celular

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

O plantão policial de Rio Preto registrou um caso de agressão e roubo na noite desta quarta-feira (24), ocorrido no bairro Eldorado. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima, um padre de 42 anos, teve o veículo fechado e danificado por um estranho, além de receber pancadas com um pedaço e madeira e ter celular e carteira roubados.

Na delegacia, o rio-pretense contou que “era por volta de 20h, quando dirigia um Fox preto pela avenida Mirassolândia no sentido bairro-Centro. Em dado momento, um Gol prata passou por ele em alta velocidade, cruzou a frente e, em consequência disso, houve a batida da frente do Fox contra a lateral do Gol. Os carros ficaram parados na via. O motorista desceu muito agressivo e passou a xingar o religioso aos gritos. Ele tentou argumentar, mas o suspeito continuou com as ofensas, utilizando palavras de baixo calão”.

Após isso, “pegou um pedaço de madeira que estava no chão e sem motivo algum passou a desferir golpes que o atingiram no braço e em outros locais do corpo. Passou então a atacar o veículo dele, destruindo todos os vidros frontais, laterais e traseiro. Tentou contê-lo mas não conseguiu. O estranho entrou no carro dele, pegou o celular e a carteira que estavam sobre o banco. Tentou recuperar os pertences, mas recebeu mais pauladas. O suspeito fugiu em seguida”.

O agressor era, segundo o religioso, “pardo, estatura média, forte, tinha barba rala, cabelos pretos e curtos, aparentando uns 45 anos. Vestia camiseta cinza e bermuda jeans azul. Dentro do Gol havia uma passageira, que permaneceu no automóvel sem interferir em nada. Ele não conseguiu anotar as placas devido ao nervosismo da situação. Procurou em seguida atendimento médico na UPA Jaguaré, onde foi medicado e liberado”.

A vítima recebeu requisição para exame de corpo de delito no IML e também para perícia no Fox. O delegado de plantão determinou instauração de inquérito para investigação do caso por meio da Polícia Civil.

AS MAIS LIDAS