Redes Sociais

Cidades

Mulher é detida por enviar supostos comprovantes falsos de pagamento

Delegado de plantão qualificou a suspeita como ‘investigada’ e instaurou inquérito policial

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Uma técnica de enfermagem de 30 anos foi detida nesta terça-feira (27) em Rio Preto, acusada de praticar diversos golpes em uma casa de carnes do município. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a suspeita realizava compras no estabelecimento localizado no Jardim Yolanda e enviava comprovantes falsos de pagamento via Pix.

Policiais militares informaram na Central de Flagrantes que era por volta de 13h45, quando foram acionados ao local. No endereço, fizeram contato com a vítima, proprietária do estabelecimento, empresária de 30 anos. Segundo o relato, “verificou que a envolvida fez diversos pedidos de carnes e enviou comprovantes falsos de pagamento. Detalhe: enviava valores maiores do que a compra e solicitava troco, causando grande prejuízo para a empresa”.

A empresária orientou funcionários para que “ficassem de prontidão para constatar se tratava-se da mesma pessoa quando ela aparecesse novamente no local. Nesta terça, a mulher foi até a casa de carnes e foi prontamente reconhecida por todos. Novamente ela comprou e enviou comprovante de Pix falso. Mantiveram a suspeita no local e acionaram a Polícia Militar”.

Na delegacia, o delegado de plantão determinou a instauração de inquérito para investigar o caso. A mulher foi liberada após prestar depoimento, já que as provas, segundo a autoridade, não são suficientes para confirmar o caso de estelionato, uma vez que funcionários do local acreditaram nos comprovantes de pagamento e ainda devolveram dinheiro de troco à suspeita, qualificada como investigada no registro policial.

AS MAIS LIDAS