Redes Sociais

Cidades

Acusada de assalto a vigilante, mulher é presa em flagrante

Envolvida negou ameaças, mas confessou que pegou o telefone da vítima

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Uma desempregada de 34 anos foi presa em flagrante nesta segunda-feira (4) no Centro de Rio Preto após supostamente roubar um telefone celular. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a suspeita invadiu uma guarita, ameaçou um vigilante e levou o aparelho no Terminal Rodoviário.

Policiais militares declararam na Central de Flagrantes que era por volta de 5h20 quando foram acionados. Preliminarmente, a chamada era sobre um furto e a envolvida havia sido detida por um vigilante no terminal. No local, em contato com a vítima, homem de 64 anos, que relatou “estar em serviço na guarita e a mulher pegou o celular, que estava carregando, e saiu correndo. Saiu atrás dela, que com um estilete o ameaçou. Fez contato via rádio com outro vigilante que a abordou no cruzamento das ruas Pedro Amaral com Bernardino de Campos”.

Quando a Polícia Militar chegou, a envolvida já estava algemada, sendo que a vítima já havia recuperado o telefone. Militares levaram a detida para a delegacia. Lá, ela alegou que “havia combinado um programa sexual com o vigilante e que se desentenderam a respeito do valor. Por não receber o que foi combinado, pegou o celular e sair correndo”, negando que estivesse com algum estilete ou mesmo que tenha ameaçado o homem.

Diante dos elementos e depoimentos apresentados, o delegado de plantão confirmou a voz de prisão da suspeita em flagrante, sem direito à fiança, e a encaminhou para a Triagem de Delegacia Seccional de Polícia de Rio Preto, onde permanece à disposição da Justiça até passar por audiência de custódia.

AS MAIS LIDAS