Redes Sociais

Cidades

Rio-pretense cai em golpe comum na internet e fica no prejuízo

Mesmo após ser ‘orientada’ a realizar empréstimo pessoal, vítima ainda acabou convencida a transferir valores para outra conta aleatória

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Um golpe já comum na internet fez mais uma vítima em Rio Preto. De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma vendedora de 61 anos, moradora do Centro, foi abordada pelo WhatsApp e questionada sobre uma possível compra em uma rede de lojas. Como disse que “não estava comprando nada”, foi ‘orientada’ a realizar procedimentos para ‘cancelar’ as transações e acabou com prejuízo de quase de R$ 15 mil (não contados os juros).

Na Central de Flagrantes, a vítima relatou que “recebeu uma comunicação via áudio no aplicativo de mensagens [DDD 011] em que uma voz feminina se apresentava como funcionária de um banco e a questionava se havia comprado na referida rede e se solicitado empréstimo pessoal. Afirmou que não reconhecia as movimentações e passou a receber ‘orientações’ da suspeita para anular os procedimentos, inclusive, utilizando foto facial”.

Seguiu o relato contando “que passou a receber códigos de barras, tendo que entrar no Pix e fazer transferências para que as transações anteriores fossem canceladas. Foram diversos procedimentos via Pix, totalizando R$ 4.335,08 mil, além de um empréstimo realizado no valor de R$ 9.350 mil”.

O primeiro valor foi utilizado no pagamento de um boleto e, ainda de acordo com a vendedora, “acabou convencida após receber o empréstimo a transferir o valor para uma outra conta [aleatória]”. Ela não conseguiu abrir o aplicativo onde aparece a conta creditada e foi orientada a apresentar os comprovantes das transações. Os documentos foram encaminhados à delegacia correspondente a área dos fatos, que vai investigar o caso.

AS MAIS LIDAS