Redes Sociais

Cidades

Rio-pretense pisa na cabeça de companheira e acaba preso em flagrante

Policiais militares conseguiram falar com a vítima na UPA Norte, que lhes contou sobre as agressões

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Um marceneiro agrediu a companheira e chegou até a pisar na cabeça dela na madrugada deste sábado (18) em Rio Preto. De acordo com informações do boletim de ocorrência, o caso aconteceu no bairro Solo Sagrado, por volta das 3h30. O agressor chegou a resistir, mas foi detido e mantido preso pelo delegado. A vítima, como não poderia ser diferente, precisou de atendimento médico.

Policiais militares relataram na Central de Flagrantes que estavam em patrulhamento, quando foram acionados ao endereço devido a um caso de violência doméstica. No local não encontraram ninguém, mas receberam informação de que a vítima havia sido levada para a UPA Norte.

Na unidade de saúde conseguiram contato com a faxineira de 27 anos. Ela lhes disse “que mais cedo já havia acionado a polícia, mas as agressões ainda não haviam acontecido. Policiais orientaram o suspeito a sair da casa, o que era também a vontade dela. Ele chegou a sair após a viatura deixar o local. Mas, voltou e a agrediu fisicamente com socos no rosto e até mesmo uma pisada na cabeça, causando lesões”.

Militares voltaram até a residência do casal e se depararam com o envolvido em frente ao local. Como resistiu a abordagem, foi necessária a utilização de arma de choque (taser) para que pudesse ser contido. Em um primeiro momento, foi levado para a UPA Norte e atendido. Posteriormente, encaminhado ao plantão policial.

Ao delegado, a vítima chegou a dizer “que não queria ver o companheiro preso”, mas ele terminou tendo a voz de prisão (válida por apenas 24 horas) confirmada e convertida em seguida para preventiva (até 90 dias), sem direito à fiança. Com isso, o agressor permanece encarcerado, à disposição da Justiça.

AS MAIS LIDAS