Redes Sociais

Cidades

Rio-pretense tem cartão hackeado e fica com prejuízo considerável

Vítima já entrou em contato com operadora para bloqueio das operações financeiras

Publicado há

em

Divulgação/Ilustrativa

Uma fatura de mais de R$ 10 mil. Este é o prejuízo de um comerciante de 50 anos de Rio Preto. As informações constam de um boletim de ocorrência registrado nesta quarta-feira (26). A vítima, moradora do Residencial Jardins, obviamente, declarou na Central de Flagrantes “que não reconhece as movimentações financeiras realizadas” e o caso vai ser investigado.

No depoimento, relata que “é titular de um cartão e recebeu uma fatura no valor de R$ 10.090,08 mil, cujas transações não foram feitas por ele. O cartão não sai da vigilância dele e não empresta para nenhuma pessoa. Não sabe onde os gastos foram realizados e já entrou em contato com a operadora para o bloqueio do cartão”.

Acrescenta que “não sabe se o cartão foi clonado ou de alguma forma duplicado”. Ele apresentou cópia da fatura com a movimentação fraudulenta e os documentos foram encaminhados ao distrito policial correspondente a área dos fatos, onde o caso será alvo de investigações.

AS MAIS LIDAS