Redes Sociais

Cultura

A maratona cultural começou

O megafestival Breu, iniciativa do Sesc que reflete sobre as inquietudes urbanas o relacionamento do homem com a cidade, por meio das artes, segue até dezembro com mais de 100 atrações, entre shows, espetáculos, intervenções, performances e atividades formativas, reunindo artistas locais e de várias partes do Brasil

Publicado há

em

Rio Preto vai ‘respirar’ Breu, iniciativa do Sesc que reflete sobre as inquietudes urbanas e o relacionamento do homem com a cidade, por meio das artes, até dezembro. A programação do megafestival está recheada de mais de 100 atrações, entre shows, espetáculos, intervenções, performances e atividades formativas, reunindo artistas de Rio Preto e várias partes do Brasil. Somente neste mês, cerca de 70 atrações vão movimentar a unidade local do Sesc e outros pontos do município.

“O momento, que é de reflexão por meio de trabalhos que aguçam o senso crítico e questionam o lugar comum, também é de celebração. Estamos revisitando a cidade junto aos seus protagonistas, através da arte e do diálogo. O encontro desses artistas na mesma proposta apresenta um rico panorama da produção local, com pesquisas maduras, trabalhos bem apurados tecnicamente e muitas questões lançadas ao público”, afirma Graziela Nunes, coordenadora de programação do Sesc Rio Preto.

Durante toda a maratona cultural, o público poderá prestigiar 42 atrações produzidas por grupos da cidade. Os rio-pretenses integram ainda o Laboratório de Auto-curadoria da exposição Cidade Inquieta, um dos destaques da programação, além de ministrarem atividades formativas.

Além de projetos concebidos por artistas rio-pretenses, convidados nacionais turbinam a programação da maratona. Nas artes cênicas, o grande destaque é a Cia. Brasileira de Teatro, de Curitiba (PR), com duas apresentações, nesta sexta-feira (dia 16) e sábado (dia 17), do espetáculo “Krum”, que conta no elenco com a atriz Renata Sorrah. Com texto de Hanoch Levin (1943-1999), a peça retrata os conflitos internos de pessoas comuns que diariamente precisam lidar com suas frustrações, típicas de uma sociedade baseada no consumo. Com direção de Marcio Abreu, a peça tem no elenco, além da atriz global, os atores Cris Larin, Danilo Grangheia, Edson Rocha, Grace Passô, Inez Viana, Ranieri Gonzalez, Rodrigo Bolzan e Rodrigo Ferrarine.

O Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, também marca presença no megafestival com o espetáculo “Baderna”. Já o grupo mineiro Strondum apresenta o espetáculo “Carcaça”, que tem como estrutura cênica uma carcaça de carro. Outro destaque da programção é a apresentação da artista Fabiana Faleiros, com a performance “Lady Incentivo”, gravada ao vivo durante a 30ª Bienal de Artes de São Paulo.

Elke Maravilha

Outra atração do Breu é o show gratuito com a artista Elke Maravilha, que será na Praça Cívica de Rio Preto, no dia 8 de novembro (domingo), a partir das 17h. Ela vai cantar por meio do Som na Rural, projeto de Roger de Renor nascido há seis anos, em formato de programa de televisão, exibido na TV Brasil. Em 2013, tornou-se independente, reunindo centenas de pessoas pelas praças de Recife, provocando uma reflexão sobre as intervenções urbanísticas por parte do poder público. A apresentação será em comemoração aos seus 70 anos. Outras atrações

AS 10 MAIS LIDAS