Redes Sociais

Cultura

Escola de Rio Preto aposta em aulas de mágica para estimular criatividade de alunos

Além de despertar curiosidade, atividades artísticas trabalham concentração e consciência corporal

Publicado há

em

As atividades extracurriculares adotadas pelas escolas são vistas como ferramentas estratégicas que ajudam a tornar o ambiente escolar mais atrativo e agradável para as crianças. Além das tradicionais, como aulas de música, de dança e esportes em geral, outras dinâmicas inovadoras podem trazer muitos benefícios ao aprendizado. Na Coopec, escola de São José do Rio Preto, aulas de mágica agora fazem parte da grade extracurricular, para sair do convencional e estimular a criatividade, imaginação e lado artístico dos alunos.

O mágico Pedro Batista e sua assistente Denise são os responsáveis pelas as aulas de mágica da escola, que tiveram início neste segundo semestre de 2015. Segundo Batista, o projeto proporciona inúmeros benefícios para as crianças, seja para diversão e descontração, seja para o bom desempenho escolar, estimulando a atenção e concentração. “A mágica auxilia no desenvolvimento pessoal da criança, pois proporciona a consciência corporal e a diminuição da timidez”, afirma Pedro. 

Para Eliscláudia Coutinho, coordenadora das atividades extracurriculares da Coopec, oferecer atividades extracurriculares diferentes é uma forma de complementar a formação do aluno e de cativá-lo em relação ao ambiente escolar, despertando o gosto por estar na escola e aprender com diversão. “Quando a criança faz algo que a encanta dentro da escola, ela percebe que é possível aprender e por meio da diversão. Assim, adquire apresso pelo ato de ‘ir à escola’”, completa.

 

AS 10 MAIS LIDAS