Cultura

Secretaria de Cultura divulga vencedores do Prêmio Nelson Seixas 2020

Lista prévia traz 56 premiados e suplentes entre 230 projetos habilitados que concorreram em 12 categorias; lista final após recursos sai no dia 26 desse mês

A Secretaria de Cultura, divulgou no Portal da Prefeitura, a lista prévia com os 56 vencedores da edição 2020 do Prêmio Nelson Seixas. Para acessar a lista, basta clicar aqui. Mesmo com a pandemia de coronavírus, o processo de inscrições foi mantido e prorrogado e o investimento será de R$ 1.300.500,00 em editais de fomento cultural no município, por meio do Programa Municipal de Fomento à Cultura – Prêmio Nelson Seixas, neste ano.

Deste valor, R$ 1.100.500,00 são verba do orçamento da pasta e R$ 200.000,00 de emenda parlamentar do ex-deputado João Paulo Rillo, esta última ainda em fase de liberação, o que ocasionou a não abertura de inscrições, ainda, para o edital de Cultura Popular (Escolas de Samba). Neste ano não haverá premiação presencial e entrega de troféus.

A categoria com maior número de inscrições foi Teatro/Circo com 46 projetos, apenas um inabilitado, seguida de Música com 42, todos habilitados e Literatura, 35, sendo dois inabilitados. As demais tiveram: Artes Audiovisuais,17, todos habilitados; Artes Visuais/Artes Plásticas,12, sendo um inabilitado; Artes Visuais (Fotografia), 15, todos habilitados; e ainda todos os inscritos habilitados nas categorias, Cultura Hip Hop, 8; Cultura Negra, 7; Dança,10; Festivais e Mostras Independentes, 21; Formação Artística e Cultural,16; e Primeiras Obras (Música, Dança ou Teatro/Circo),5.

Prêmios e editais

Estão sendo premiados 60 projetos na edição 2020 do Prêmio Nelson Seixas, distribuídos em 13 editais. Os prêmios variam entre R$ 10 mil e R$ 50 mil. As inscrições ocorreram de 20/02 até 11/04/2020, por meio do portal da Prefeitura. O Prêmio Nelson Seixas segue como uma das ações mais importantes da Secretaria de Cultura, correspondendo a quase um terço do seu orçamento. Com este investimento o Prêmio Nelson Seixas consolida-se como uma das maiores em recursos, com maior número de editais oferecidos por um município, em todo o interior do Estado.

Sobre o Prêmio

Criado em 2003 como prêmio estímulo, pela Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, o Programa Municipal Nelson Seixas de Fomento à Produção Cultural tem como objetivo apoiar a execução de projetos culturais, desenvolver a cultura local e permitir o acesso da população. Nas últimas edições, o Prêmio Nelson Seixas passou por um processo de reestruturação, reorganização e ampliação de modalidades abrangidas, criando-se opções de fomento para produção e também para circulação, bem como aumento no valor total e individual investido.

Novidades

Este ano, a novidade é o edital Primeiras Obras e houve, também, o aumento de um prêmio no edital de Carnaval que vai premiar mais uma Escola de Samba. A construção do novo modelo do programa foi desenvolvida em várias etapas, desde realização de uma reunião com os artistas para discussão e formatação, inscrições dos projetos, habilitação e seleção dos premiados por comissões de profissionais de destaque nacional em suas respectivas áreas. Essa reformulação do Prêmio Nelson Seixas também é resultado dos diálogos estabelecidos durante a Conferência Municipal de Cultura, realizada em novembro/2018, onde a classe artística apontou a necessidade de ampliação do fomento.

ODS/ONU

Outra novidade é que os editais do Prêmio Nelson Seixas passam a estar alinhados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que compreendem 169 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas – Agenda 2030, aos quais Rio Preto é signatária desde 2017. Os ODS abrangem questões de desenvolvimento social e econômico, incluindo pobreza, fome, saúde, educação, aquecimento global, igualdade de gênero, água, saneamento, energia, urbanização, meio ambiente e justiça social.

Comissão de avaliação

Integram a comissão de avaliação os seguintes profissionais nos respectivos editais: Artes Audiovisuais – Cinema e Vídeo: André Sturm, Eduardo Santana e Lincoln Péricles Maximiano Pinto; Artes Visuais – Artes Plásticas: Carlos Zibel, Genny Abdelmalack e Yone di Alerigi; Artes Visuais – Fotografia: Bob Wolfenson, Jorge Sato e Melissa Szymanski; – Cultura Hip Hop: Carol Santos, Nerie Bento e Rincon Sapiência; – Cultura Negra: Antônio Pitanga,Djamila Ribeiro e Marcio Santos; Cultura Popular – Carnaval: Eliana de Lima, Osvaldinho da Cuíca e Royce do Cavaco; Dança: Andrea Thomioka, Graziela Rodrigues e Rui Moreira; Festivais e Mostras Independentes: Beatriz Paterno, Mônica Bammann e Monica Trigo; – Formação Artística/Cultural: Ana Carolina Tenório Barbosa,Natália Duarte e Renato Bulcão; Literatura: Alaíde Siqueira Cesar, Marcos Marcionilo e Ricardo Ramos; – Música: Alice Caymmy, Cassia Carrascoza e Zeca Baleiro; Teatro e Circo: Debora Duboc, Marco Prado e Zé Henrique de Paula; Primeiras Obras – Circo, Dança e Teatro: Alex Soares,Bruna Caldas e Valdir Rivaben.

 

Fonte: Prefeitura de Rio Preto

Por Da Redação em 19/05/2020 10:00
TerrasAlphaville