Cultura

Acirp lança exposição inédita a céu aberto neste sábado

Iniciativa faz parte do Calendário de Atividades Culturais que comemoram o centenário da entidade

No ano em que a Acirp comemora 100 anos de fundação, a entidade irá realizar o inédito "Calendário de Atividades Culturais da ACIRP - #100 anos", com atrações de outubro a dezembro. A programação tem o objetivo de promover o acesso pleno e democrático a cultura, além de estimular o desenvolvimento sustentável do setor produtivo criativo da cidade e região.

O calendário irá contemplar ações culturais – teatro, música, dança, artes plásticas, literatura, circo, e cultura popular que serão realizadas na região central da cidade com o intuito de ressignificar esses espaços como locais de convergência e, sobretudo, de pertencimento público.

Uma das grandes atrações da programação de novembro é a exposição Arte de Coração, que será lançada no dia 28 de novembro, às 11h, na Praça Rui Barbosa. A exposição, a céu aberto, contempla a pintura de 12 corações esculpidos em fibra de vidro pelo artista plástico Fernando Fachinni. Os corações, desenvolvidos em 1,6mt de altura por 2mt de largura serão afixados em diversos pontos da Praça Rui Barbosa.

A exposição tem por objetivo a intervenção no espaço urbano, gerando curiosidade e interesse da população em compartilhar do momento artístico e com ele interagir. Participam os seguintes artistas plásticos: Araguaí Garcia, Claudia Cabral, Cristiana de Freitas, Danila Pinheiro, Héstia Tenfuss, Germana Zanetti, Sandra Antunes, Newton Malvezzi, Regina Cheida, Rodrigo Silva, Thais de Freitas e Pecks Arte.

“Calendário de Atividades Culturais Acirp - #100anos” 

O projeto “Calendário de Atividades Culturais Acirp - #100anos” é uma realização do Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultura e da Acirp, e conta com o patrocínio das seguintes empresas: Facchini, Rodobens, Grupo Cene e BR Qualy, e o apoio da Grindélia, por meio dos recursos da Lei de Incentivo à Cultura Federal.


Sobre os artístas 

Araguaí Garcia - Formou-se em Educação Artística com licenciatura plena em Artes Plásticas na FAFICLE. Desenvolveu trabalhos cenográficos e gráficos para teatro em Rio Preto. Por três anos consecutivos, criou e executou o carnaval de Analândia (SP). Ocupa a cadeira nº 04 da Academia Riopretense de Letras e Cultura (ARLEC). “Tenho uma história de vida conquistada através da minha arte. Desde viajar para alguns países, conhecer pessoas importantes, morar em Paris e até receber uma comenda e título de Citoyen d’honneur. da prefeitura de Milli lá Foret, cidade francesa que promove seu salão internacional e muitos outros eventos anuais de arte”. 

Cláudia Cabral - Selecionada para três salões de São José do Rio Preto com 8 obras e para o Salão de Artes de Santo André de Artes Contemporâneas. Premiada no Salão Nacional de Rio Preto com o Prêmio Prata. Expôs no Carrousel Du Louvre em Paris; em Roma; e realizou Exposição Internacional no Palácio da Independência em Lisboa, Portugal, em 2008. Foi premiada com Medalha de Bronze no Salão Internacional de Artes, em Portugal, em 2013; recebeu também o prêmio Aquisição com duas telas pela Secretaria da Cultura de Marília; e a Grande Medalha de Ouro pela Secretaria da Cultura de Catanduva. 

Cristiana de Freitas - Explora a relação de afeto entre pessoas, lugares, memórias, saudades; tudo que tenha uma história de afeto a interessa. A partir daí, a artista busco algumas referências históricas, pessoais ou não, e pesquisa a ligação de afeição a cada ideia que surge. Muitas vezes, o corpo é o ponto de partida, pois é um grande símbolo de ternura. Tudo que Cristina experimenta e deixa seu registro se transforma em arte pelo meio que melhor traduz o carinho em questão. 

Danila Pinheiro - Já participou de diversos salões de artes, exposições, concursos e leilões por todo Brasil, recebendo menção Honrosa no Salão de Verão de São Paulo em 2009. No exterior, já expôs em Paris no Caroussel Du Louvre em 2016, em Genebra, Suíça (2017), na Mostra Circuit Café – Culture. Conquistou 2 prêmios, troféu de ouro, geral e voto popular. Também participou do 2º Salão de Arte Brasileira – Casa Brasil Liechteinstein Vaduz, em 2017, onde suas obras foram adquiridas pela embaixada Suíça. Em 2019, participou de mais uma exposição internacional em Miami Design District. 

Germana Zanetti - Nas artes plásticas, utiliza a técnica de acrílico sobre tela, aquarela sobre papel e técnica mista. Após muitos anos de estudos e pesquisas encotrou seu estilo próprio e, assim, surge a série MARIAS. Um olhar multifacetado sobre as mulheres em cores, formas e encantos. Pura energia! A série Marias teve participação em exposições internacionais: Paris (Carroussel do Louvre), New York (Saphira e Ventura Gallery), Miami, Boca Raton (Galeria Vianna), Porto e Viena (Galeria Koko); e nacionais: São Paulo, Búzios, Campinas e Rio Preto. Assina a ilustração do livro "As 7 Marias" da qual já ganhou 2 prêmios. 


Héstia Tenfuss - Graduada em Artes Plásticas pela Universidade Estadual de Londrina e pós-graduada em “Formação de Docentes Para Curso Superior.” Foi aluna especial nas disciplinas “Tecnologias e Gestão Educacional: desafios e possibilidades” e “Vulnerabilidade e desenvolvimento da Autonomia moral de crianças e adolescentes” no curso de mestrado da UNESP, no campus de São José do Rio Preto. Foi crítica de arte e ministrou aulas por mais de 15 anos. Hoje, dedica-se ao próprio ateliê, criando esculturas e pinturas abstratas contemporâneas. 

Newton Malvezzi - Fez inúmeras exposições no Brasil, Estados Unidos e Itália. O artista teve obras selecionadas por renomados arquitetos e decoradores para ambientar residências de personalidades, programas de TV, e filmes nacionais, criou obras inaugurais e transformou grandes marcas comerciais já conceituadas em obras de arte que contribuíram no processo de marketing para humanização de várias empresas, tudo consolidando mais de vinte anos de carreira artística. 

Regina Cheida – É artista plástica, restauradora e galerista. Artista moderna e vibrante, brinca e navega entre a expressão artística dos grandes abstratos e os rigores acadêmicos de exigência técnica. Cria pela paixão do colorido, pela beleza das formas fluídas e busca sempre as transparências formadas pela ausência das tintas. Suas obras transitam com desenvoltura pelas galerias de arte, escritórios de arquitetura e salões de arte. Diversas vezes premiada nos Salões de Arte, tem obras espalhadas em diversas partes do mundo. Alemanha, África do Sul, Itália, Coréia, EUA, China, Portugal, Espanha e Suíça. 

Rodrigo Silva - É um pintor naif primitivista. Nascido em São José do Rio Preto, pinta desde os sete anos de idade e já realizou diversas exposições nas cidades de Rio Preto, Campinas, São Paulo, Ribeirão Preto, Catanduva, Olímpia, Rio de Janeiro, Guarabira e Socorro. No exterior, já expôs na Europa, Vienna, Canadá, EUA, Itália, Portugal, San Francisco, adquirindo grandes premiações no Brasil e na Europa. É também ilustrador de livros. 

Sandra Antunes - Produz obras em várias técnicas e faz uso de materiais diversos, em acrílica ou a óleo, também trabalha com papel machê e argila para criar obras e esculturas, produz cerâmicas esmaltadas ideais para área externa. Sua arte é contemporânea. A artista vem participando de várias exposições nacionais e internacionais: no Carrousel Du Louvre (Paris); em Viena (Austria) para participar de um tributo a Gustav Klint; Vaduz, onde concorre a premiação. Participou do “Circuit Café- Culture”, em Genéve (CH), onde concorreu e ganhou a premiação, nesta conexão de arte. 

Thais de Freitas - Vem mostrando trabalhos em exposições/eventos individuais e coletivos desde 1988. Participou de exposições no exterior, como das comemorações oficiais do ano Vienense de Mozart na Mozartaus, em Viena, e de algumas coletivas em Portugal. Recebeu premiações em salões locais e regionais, com destaque para o prêmio aquisitivo do Projeto Galaxy Cultura / MASP – SP. Possui obras nas coleções da Casa da América Latina de Lisboa (Portugal), Wien Museun (Áustria), Museu da imagem e do Som de Maceió, Museu Nacional da Poesia e Fundação Clovis Salgado de Belo Horizonte. 

Pecks - É pioneiro no Graffiti Art na cidade de São José do Rio. Iniciou nesta arte urbana em meados de 1994, na produção de alguns muros e becos que precisavam ‘ganhar vida’. Com o passar dos tempos e na busca pela melhoria da sua arte e evolução da mesma, começou a produzir algumas telas, com o objetivo de transcender o Graffiti, que é original da rua em uma escala de menor proporção e, com isso, expor seus trabalhos em instalações e vernisagens. Os temas de sua criação se conceituam em transmitir mensagens de paz, liberdade, ecologia, esperança ressaltando a cultura brasileira e do interior paulista. No decorrer da sua experiência, teve a honra e o prazer de trabalhar ao lado de grandes grafiteiros renomados do Brasil, como, OSGEMEOS, VITCHE, BINHO, SPETO, CHOR etc. Expressou sua arte na Europa durante 2 anos na Itália, projeto que contemplou a cultura urbana. 

Serviço

Exposição Arte de Coração
Lançamento da Exposição: 21 de novembro
Horário: 11h
Local: Praça Rui Barbosa (Calçadão)

Por Da Redação em 28/11/2020 02:34