Redes Sociais

Economia

PIB da região de Rio Preto cresce no primeiro trimestre do ano

Dados foram divulgados pela pesquisa PIB Trimestral, da Fundação Seade

Publicado há

em

Foto: Divulgação/SMCS

A Fundação Seade analisou os valores do PIB paulista no primeiro trimestre de 2023 em todas as regiões administrativas – RA do Estado. Na de Rio Preto, composta por 96 municípios, houve avanço de 1,9% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em valores correntes, foram R$18,3 milhões no primeiro trimestre deste ano.

Nos últimos quatro trimestres imediatamente anteriores, o aumento no PIB foi de 4,0%, enquanto o Estado de São Paulo avançou 2,9%. Como um todo, a participação da região no PIB paulista foi de 2,6%.

No primeiro trimestre de 2023, comparado ao trimestre imediatamente anterior, com ajuste sazonal, a região de Rio Preto recuou 0,4%.

Veja todos os comparativos da região e os valores correntes clicando no link.

Região Administrativa

A RA de Rio Preto contempla os municípios de Adolfo, Álvares Florence, Américo de Campos, Aparecida d’Oeste, Ariranha, Aspásia, Bady Bassitt, Bálsamo, Cardoso, Catanduva, Catiguá, Cedral, Cosmorama, Dirce Reis, Dolcinópolis, Elisiário, Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Floreal, Guapiaçu, Guarani d’Oeste, Ibirá, Icém, Indiaporã, Ipiguá, Irapuã, Itajobi, Jaci, Jales, José Bonifácio, Macaubal, Macedônia, Magda, Marapoama, Marinópolis, Mendonça, Meridiano, Mesópolis, Mira Estrela, Mirassol, Mirassolândia, Monções, Monte Aprazível, Neves Paulista, Nhandeara, Nipoã, Nova Aliança, Nova Canaã Paulista, Nova Granada, Novais, Novo Horizonte, Onda Verde, Orindiúva, Ouroeste, Palestina, Palmares Paulista, Palmeira d’Oeste, Paraíso, Paranapuã, Parisi, Paulo de Faria, Pedranópolis, Pindorama, Planalto, Poloni, Pontalinda, Pontes Gestal, Populina, Potirendaba, Riolândia, Rubinéia, Sales, Santa Adélia, Santa Albertina, Santa Clara d’Oeste, Santa Fé do Sul, Santa Rita d’Oeste, Santa Salete, Santana da Ponte Pensa, São Francisco, São João das Duas Pontes, São José do Rio Preto, Sebastianópolis do Sul, Tabapuã, Tanabi, Três Fronteiras, Turmalina, Ubarana, Uchôa, União Paulista, Urânia, Urupês, Valentim Gentil, Vitória Brasil, Votuporanga e Zacarias.

Sobre a coleção Seade Economia
O estudo integra a coleção Seade SP Economia, que tem como objetivo aprofundar o conhecimento dos setores de atividade presentes na economia paulista. As análises contemplam a estrutura dos segmentos em termos de valor e emprego, seu peso na economia estadual e a sua inserção no contexto nacional e internacional. Os estudos abrangem também a evolução da distribuição das atividades entre as regiões do Estado e as suas perspectivas em termos de investimentos, inovação e incorporação de novas tecnologias.

AS MAIS LIDAS