Redes Sociais

Esportes

Um skatista construtor

O rio-pretense Flávio Lopes percorre todo o país divulgando o esporte e entende tanto do assunto que é até requisitado para construir praças esportivas

Publicado há

em

Flávio Lopes, conhecido como Flavinho, assim como muitos brasileiros ganhou skate dos pais quando criança. Começou a praticar com oito anos, na extinta pista da Top Rider, que ficava ao lado do Riopreto Shopping. De lá para cá, muita coisa mudou. Se destacou, foi campeão paulista várias vezes até se profissionalizar, ganhar fama e patrocínio. Já foi até capa de revista especializada. Hoje tem até shape com seu nome.

Mas o que mais empolga essa fera é a divulgação da modalidade. “Ajudar a construir praças que vão possibilitar a prática para crianças é muito bom. É preciso propagar ainda mais e ter bons lugares, seguros, para galera andar. Como estou no circuito há um tempo, nos pedem dicas para o percurso, as dificuldades, obstáculos e nós colaboramos”, afirma.  No momento, ele tem alguns projetos em andamento. Em cidades da região.

Com 30 anos e patrocinado pela renomada marca Urgh, ele vive do esporte. “Era o meu sonho e agora virou realidade. Profissão mesmo”. Flavinho já participou de um reality de skate e um filme de um cineasta suíço, que foi gravado em Rio Preto. Ele fala sobre o início e de como são importantes os campeonatos amadores. “É uma categoria antes do profissional, quando o skatista está na transição. Nossa cidade e região tem se destacado muito no esporte nos últimos anos. A molecada está mandando muito bem. O que precisa é persistência”, afirma Flavinho.

AS 10 MAIS LIDAS