Esportes

Morre Marino Manella, o homem do basquete em Rio Preto

Dirigente ícone do basquete rio-pretense faleceu neste domingo, dia 20

Morreu neste domingo, dia 20, aos 83 anos, Marino Manella, o nome mais relevante do basquete rio-pretense. Ele estava internado há cerca de quinze dias, depois de realizar duas cirurgias neurológicas.

Em sua trajetória de mais de 65 anos dentro das quadras, ele viveu as mais diferentes emoções: como jogador, técnico e dirigente.

Foi fundador do time de basquete do América, onde conquistou muitas vitórias.

Ao longo da vida foi homenageado pela Federação Paulista de Basquete pelos longos anos dedicados ao esporte. Orgulhava-se de ter conseguido, por meio do esporte, bolsas de estudos para milhares de jovens que hoje são médicos, advogados, juízes.

A paixão de Marino atravessou gerações. Ele assistiu três netos jogarem profissionalmente - Marino, Lorenzo e Enrico - que tiveram a honra de ser treinados pelo avô.

No ano de 2017, na Câmara Municipal de São Paulo, Manella teve seu nome imortalizado ao entrar para o “Hall da Fama da Federação Paulista de Basket”. Na oportunidade ele conversou com a Gazeta de Rio Preto e disse: "É muito emocionante receber uma homenagem como essa do presidente Enyo Correia. Ter meu nome eternizado no basquete paulista é muito bom, mostra que o trabalho de tantos anos é reconhecido, desde Cravinhos, passando por Jales e no Automóvel Clube, em Rio Preto, depois no América Futebol Clube e agora no América Esporte Clube".

O prefeito Edinho Araújo se manifestou pelas redes sociais: "Perdemos hoje Marino Manella, um apaixonado pelo esporte, principalmente pelo basquetebol. Deixa uma lacuna que dificilmente será preenchida. Ele e Roberto Rolemberg deram uma outra dimensão ao esporte, e, a partir de Jales e depois Rio Preto, colocaram a região num patamar de excelência , poucas vezes vistas no Brasil. Um exemplo que fica e um exemplo a ser seguido. As nossas mais sinceras condolências à família. Que ele possa descansar em paz!"

Marino deixa quatro filhas: Gisele, Myrna Lucia, Simone e Ana Lucia. 

O velório será nesta segunda-feira, dia 21, das 9h30 às 13h30, na Capela Prever. O sepultamento está marcado para às 14 horas, no cemitério Jardim da Paz. 

Por Da Redação em 20/12/2020 14:20