Esportes

Mudanças no estatuto do Rio Preto ameaçam sócios remidos do clube

Torcedores históricos, inclusive das famílias Haddad, Seta e Cury, além de empresários, como José Luiz Franzotti e o prefeito Edinho Araújo podem ser excluídos do clube

As mudanças no Estatuto do Rio Preto Esporte Clube contrariaram torcedores do Jacaré.  O assunto chegou a Câmara Municipal, que desaprovou as mudanças em moção proposta pelo vereador Renato Pupo. A moção foi justificada por problemas apresentados por torcedores e ex-vices do clube, como ameaçar de exclusão mais de 700 sócios remidos, entre eles o próprio prefeito Edinho Araújo, e dar poderes para o presidente da diretoria vender bens do clube.

Os sócios remidos, cujos direitos aos títulos já estariam assegurados, de acordo com as mudanças, só serão reconhecidos após comprovarem pagamento ininterrupto por 30 anos. Porém, sequer pagar mensalidade eles conseguem. “A sede está fechada e os pagamentos que fazemos no banco são devolvidos. Precisamos pagar sempre em juízo. É um clube associativo e eles não querem sócios. É um absurdo”, afirma José Cury Megid, sócio há mais de 30 anos.

 Após o fato tornar-se público, um abaixo-assinado, encabeçado pelo secretário de Esportes, Fábio Marcondes, pedindo a renúncia da atual diretoria começou a circular e ganhou centenas de apoiadores, incluindo representantes de tradicionais famílias de torcedores como Márcio Anísio Haddad, Ulisses Jamil Cury, Miguel Chalela,  a maioria dos vereadores e ex-atletas consagrados, como Ronaldo Rodrigues de Jesus 9 (o tetracampeão Ronaldão), Adriano Pitarelli, Adilson Ladeia Bussada, Gilson Granzotto, Tino Eloi Filho e Vilson Tadei. 

O ex-conselheiro e sócio, Reinaldo Lopes Correia, critica a postura da atual diretoria. “Estamos mal dentro e fora de campo. Esse ano, mais uma vez brigamos para não cair de divisão e, com as mudanças no estatuto, até o prefeito foi excluído do clube”.

 O advogado Leandro Polotto Figueira, que representa sócios e ex-vices em ação contra a atual diretoria, aponta irregularidades nas mudanças no estatuto.  “As alterações criam um ambiente sem controle, transparência e participação. O Conselho Deliberativo era composto por 30 associados no antigo Estatuto Social e agora são somente sete, facilitando a prática de qualquer ato”.

Também preocupante para o advogado e sócios são as alterações promovidas para facilitar a alienação de bens imóveis. No antigo Estatuto Social, a alienação era competência do Conselho Deliberativo juntamente com o diretor do departamento de patrimônio e obras. “Agora passou a ser atribuição individual do presidente, mediante aprovação por maioria simples deste enxuto Conselho Deliberativo de sete conselheiros”.

O advogado lembra que em caso de julgamento favorável da ação movida pelos sócios, tanto a eleição da diretoria executiva, ocorrida em julho de 2019, como também a própria alteração do Estatuto Social, serão consideradas atos nulos.

A redação do jornal Gazeta de Rio Preto tentou contato telefônico e por e-mail com o atual presidente do Rio Preto Esporte Clube, José Eduardo Rodrigues, mas até o fechamento da edição não obteve retorno.

GIRO ESPORTIVO 

Mirassol inicia Brasileirão

O time do Mirassol inicia no próximo sábado (05) a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. O jogo de estreia será contra o Ypiranga, às 17h, em casa, no estádio José Maria de Campos Maia. O elenco mirassolense está praticamente todo reformulado desde o término do Paulistão, onde o time chegou na semifinal. O técnico Eduardo Baptista está confiante e acredita em mais um acesso.  “Devido à nossa boa campanha no Paulista perdemos 80% do nosso elenco, mas isso já era previsto e estávamos fazendo um trabalho de buscar novos atletas”.

Mais um reforço

O Novorizontino continua se reforçando para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. Nesta semana o time apresentou o lateral-direito Lucas Mendes. O jogador de 29 anos disputou o último Paulistão pelo Santo André. “O sentimento é de muita alegria e realização. Eu, que sou do interior de São Paulo, sempre ouvi falar muito bem do Novorizontino por conta da sua estrutura”. O time que estreou com vitória no Nacional, na semana passada, se prepara para a segunda rodada do Brasileiro, sábado (5), quando encara o Ituano, fora de casa.

Ao lado do pupilo

Ex-número 1 do Brasil e top-100 da ATP, o rio-pretense Thiago Alves já está ao lado do seu pupilo, o jovem Mateus Alves, na Grécia, para uma gira de torneios futures. Thiago treina Mateus há vários anos no Harmonia Tênis Clube, no seu centro de treinamento Alves & Oliveira Tennis.  Mateus joga dois futures em Heraklion, na Grécia e depois embarca para disputa de quatro torneios na França.

Por Henrique Fernandes em 03/06/2021 00:15