Esportes

Futebol feminino de Rio Preto conquista vaga no Brasileirão

Campeão Brasileiro em 2015, o Realidade Jovem briga agora para voltar a brilhar

A equipe de futebol feminino do Realidade Jovem  deu um grande passo para voltar ao cenário nacional da modalidade no país. Com o nono lugar garantido no Paulistão Feminino, o time comandado pelo técnico Chicão Reguera conquistou vaga para a disputa do Brasileirão A-3 do próximo ano. Campeão Brasileiro em 2015, o Realidade Jovem briga agora para voltar a brilhar. 

A dirigente do time, Doroteia Inojo Reguera, falou sobre a temporada e essa volta ao Nacional.  Ela já começou a mobilizar seus parceiros e patrocinadores para poder montar um grande time em 2022 e conquistar o acesso para o Brasileirão A2. "Agora vamos trabalhar para montar uma boa equipe para o ano que vem . O Brasileirão deve começar em fevereiro".

Doroteia falou sobre os resultados deste Paulistão e explicou algumas derrotas, por placares não tão bons.  "Agradeço todos pela parceria deste ano, ao secretário Fábio Marcondes, os meus patrocinadores que possibilitaram a minha participação no Paulista. Com a nossa participação conquistamos esse acesso para nosso retorno ao Brasileiro. Isso é a concretização de um sonho.  Mas tivemos alguns  resultados ruins, sofremos goleadas. E isso tudo tem uma explicação e passa por investimentos.  Não tem como bater de frente com equipes que tem investimentos, por exemplo, de  RS 6 milhões. Hoje, uma jogadora de ponta,  custa de 8 a 15 mil  por mês". 

Ela falou sobre os seus apoios, mas afirma que precisa de mais investimento para poder formar times fortes como os que foram campeões do Brasileirão e do Paulistão e brigavam em condições iguais contra os grandes nacionais.  "Temos apoio da prefeitura,  através da secretaria de Esportes, mas  preciso  de mais apoio das empresas privadas. Só assim para tentar parear com essas equipes. Têm times que ficaram  abaixo da gente  na classificação, com investimento  aproximados de RS 600 mil  e eu não tenho nem a metade disto".

Por Henrique Fernandes em 15/10/2021 01:00