Redes Sociais

Esportes

Eduardo Baptista faz história e completa 70 partidas à frente do Tigre

Treinador chegará a esta marca no duelo diante do São Paulo e já é o comandante com mais jogos à frente do time profissional

Publicado há

em

Gustavo Ribeiro/Novorizontino

Com 14 anos de história e uma notável ascensão no cenário do futebol brasileiro, o Novorizontino sempre foi prova de que trabalhos longevos colhem bons frutos. O atual treinador do Tigre, Eduardo Baptista, alcançará na partida deste domingo (17), contra o São Paulo, pelas quartas de final do Paulistão, a marca de 70 jogos no comando da equipe. Ele já é o técnico com mais jogos à frente do clube, com os atuais 69, dos quais totaliza 36 vitórias, 15 empates e 18 derrotas – 60% de aproveitamento.

“Bastante feliz e acho que o jogo que completa esse número traduz um pouco o que foram estes 70 jogos, este longo percurso, vai ser intenso, nada mais emocionante que completar 70 jogos em uma decisão contra o São Paulo, no Morumbi, casa cheia. Por si só traduz tudo que nós fizemos desde novembro de 2022”, disse Eduardo Baptista.

Além de alcançar as quartas de final do Estadual deste ano, Baptista, que chegou ao clube no final de 2022, reconduziu o time ao Paulistão com o vice-campeonato do Paulistão A-2 de 2023, e por um ponto não colocou o Tigre na elite do Brasileirão.

“A gente sabia que tinha uma missão muito complicada, assumir uma equipe na segunda divisão de São Paulo, uma divisão que pra mim era novo, a gente acompanhava alguma coisa mas não tinha conhecimento, mas a gente mergulhou de cabeça, acreditou no projeto, nas pessoas, no grupo que a gente conseguiu construir e estudamos a Série A2, hoje acompanho sempre e acabei virando um especialista, e graças Deus conseguimos atingir o sucesso e subir pro A1”, recorda Baptista. “A gente deu continuidade no A1 numa campanha bem consistente, a gente fica bem feliz, espero representar bem nestes 70 jogos e que a gente chegue a 100, e quanto mais, melhor.”

Em levantamento feito pela assessoria do Aurinegro, Eduardo Baptista já superou em números o técnico Guilherme Alves, que nas temporadas 2014, 2015 e 2016, dirigiu o time em 61 jogos, tendo 30 vitórias, 19 empates e 12 derrotas, onde conquistou o título do Paulistão A-3 de 2014 e o vice-campeonato do A2 de 2015, além de dirigir o time no seu primeiro ano de Paulistão em 2016.

O Tigre também passará a ser o segundo clube que mais vezes Baptista dirigiu na carreira, junto da Ponte Preta. No Sport, Eduardo Baptista fez 128 jogos.

Confira a entrevista com Baptista e as imagens do dia na TV Novorizontino.

A lista ainda tem como principais nomes Roberto Fonseca com 48 jogos (22 vitórias, 19 empates e 7 derrotas) nas temporadas 2019 e 2020, onde levou o time às quartas do Paulistão e obteve o acesso à Série C do Brasileiro. Léo Condé com 43 jogos (22 vitórias, 8 empates e 13 derrotas) – foi campeão do Interior de 2021 e acesso ao Brasileirão B, e Élio Sizenando, que fez 35 jogos (19 vitórias, 8 empates e 8 derrotas) entre 2012 e 2013, conquistando o acesso da Segunda Divisão ao Paulistão A-3.

Na relação de comandantes da equipe da região ainda aparecem os nomes de Rogério Ferreira Pinto, o China (11 jogos em 2013), Júnior Rocha (7 jogos em 2017), Silas (7 jogos em 2017), Doriva (14 jogos em 2018), Willian Sander (20 jogos em 2018 e 2020), Ito Roque (10 jogos em 2018), Moisés Egert (8 jogos em 2019), Allan Aal (20 jogos em 2022), Rafael Guanaes (15 jogos em 2022) e Mazola Júnior (9 jogos em 2022). A relação ainda tem o nome de auxiliares que foram interinos como Eduardo Barros (1 jogo em 2013), Júlio Kenaifes (1 jogo em 2022), André Dias (1 jogo em 2022) e Anderson Batatais (2 jogos em 2023).

PREPARAÇÃO
Nesta quinta, o Tigre voltou a treinar no Jorjão, no período da tarde, de olho no duelo de quartas de final do Paulistão, contra o São Paulo, no domingo (17), às 18h, no Morumbis. Eduardo Baptista e sua comissão realizaram trabalhos técnicos e táticos com o elenco, que treina novamente na manhã desta sexta-feira e depois viaja para Capital.

AS MAIS LIDAS