Mundo

Morre Diego Maradona, maior ídolo do futebol argentino

Ex-jogador não resistiu a uma parada cardíaca e faleceu em casa

Morreu hoje (25), Diego Armando Maradona, maior ídolo da história do futebol argentino. O óbito foi confirmado pelo advogado pessoal do ex-jogador e ex-técnico. A morte também foi confirmada pela imprensa argentina e pela TV pública do país.

Maradona tinha 60 anos e segundo o jornal argentino “Clarín”, ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória, e faleceu na casa dele em Tigre, na região metropolitana de Buenos Aires.

O ex-jogador tinha se submetido a uma cirurgia no cérebro no começo de novembro. Ele, que ficou internado por oito dias, tinha passado por uma pequena cirurgia para drenar uma hemorragia no cérebro.

A cirurgia, segundo o médico Leopoldo Luque, que atendeu o ex-jogador, era simples, mas devido à condição de saúde de Maradona, inspirava cuidados.

Maradona jogou pela seleção argentina em 91 jogos e atuou em quatro Copas do Mundo (1982, 1986, 1990 e 1994).

Por Fabrício Santana em 25/11/2020 13:41