Redes Sociais

Mundo

Papa emite raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica

É extremamente raro que um papa emita um pedido público de desculpas

Publicado há

em

Nesta semana, a mídia internacional repercutiu uma fala infeliz do papa Francisco dita recentemente. O pontífice usou a expressão “frociaggine”  — termo pejorativo para homens gays, que poderia ser entendido como “bicha” — para alegar que alguns seminários católicos lidam com um “excesso de bichas”.

Diante da repercussão negativa, o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, emitiu comunicado:  “O papa nunca teve a intenção de ofender ou se expressar em termos homofóbicos, e pede desculpas àqueles que se sentiram ofendidos pelo uso de um termo relatado por outros”.

O porta-voz do Vaticano reiterou que o papa continua comprometido com uma Igreja acolhedora para todos, onde “ninguém é inútil, ninguém é supérfluo, há espaço para todos”.

É extremamente raro que um papa emita um pedido público de desculpas.

Apesar da fala homofóbica, o Papa Francisco, atualmente com 87 anos, tem dado abertura para a comunidade LGBT desde o inicio do seu papado.

Uma de suas mais famosas frases ele disse: “Se uma pessoa é gay e busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgar?”.

 

 

 

AS MAIS LIDAS