Nacional

Justiça autoriza Suzane Von Richthofen a cursar Farmácia em Taubaté

Ela cumpre 39 anos de prisão na Penitenciária Feminina de Tremembé pelo envolvimento no assassinato dos pais

O Tribunal de Justiça de São Paulo autorizou Suzane Von Richthofen, 37, a deixar a prisão para cursar Farmácia na Universidade Anhanguera, em Taubaté. Ela cumpre pena de 39 anos na Penitenciária Feminina de Tremembé pelo envolvimento no assassinato dos pais. O crime aconteceu em 31 de 2002 e teve a participação dos irmãos Cravinhos.

A liminar foi concedida na última sexta-feira (10) pelo desembargador José Damião Pinheiro Machado Cogan, da 5ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Suzane, que está em regime semiaberto por bom comportamento, poderá deixar a unidade prisional a partir das 17h e retornar às 23h55.

Considerada uma das assassinas mais famosas do Brasil, ela está presa desde 2004 e obteve a progressão para o semiaberto em outubro de 2015. Suzane já havia tentado ingressar no ensino superior outras vezes. Em 2016, ela obteve autorização da Justiça para estudar, mas não tinha como arcar com a mensalidade do curso.

O Ministério Público foi contra a decisão do magistrado. Na sentença, Cogan afirma que “se o que a lei almeja é a reintegração social não há razão para que a mesma fique sem frequentar a faculdade onde conseguiu matrícula e financiamento de seu curso, tendo sido aprovada no ENEM.”

 

Por Da Redação em 13/09/2021 17:43