GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Som alto

O vereador Jean Dornelas não poupou críticas à decisão do prefeito Edinho Araújo de suspender lei que isenta templos religiosos da fiscalização de som alto em dois dias da semana. A lei cria obstáculos para dificultar a fiscalização e determina que a Prefeitura só pode aplicar multa caso a igreja não faça regularização em prazo de até 180 dias. Além disso, para constatar som alto, a medição de volume deve ser feita três vezes, em intervalo de 15 minutos. A isenção compreende o período das 9h às 21h. A norma não vale para templos localizados perto de escolas, hospitais, asilos, casas de repouso e bibliotecas. “As igrejas estão sendo discriminadas em Rio Preto”, disse Jean.

Por em 10/01/2019 às 23:59