Redes Sociais

Política

Câmara aprova CPI para investigar Sindicato dos Servidores Municipais

Sindicalistas acusam vereadores de retaliação após protestos contra o encerramento da CPI do Auxílio-Atleta

Publicado há

em

 A Câmara de Rio Preto aprovou, na noite desta terça-feira, dia 20, a criação de Comissão Especial de Investigação (CEI) – equivalente local às CPIs do Congresso – para investigar o Sindicato dos Servidores Municipais. A comissão será presidida por Fábio Marcondes (PR), terá como relator Paulo Pauléra (PP) e como membro Francisco Júnior (DEM). O suplente será Gerson Furquim (PP).

Marcondes, que é o autor do requerimento apontou cinco fatos determinados para pedir a investigação. Segundo o documento, há denúncias de irregularidades na cobrança da contribuição sindical; falhas eleitorais e procedimentais no processo de composição das diretorias; prejuízo de representatividade da base da categoria na diretoria e direção; gastos desproporcionais com combustível e gráfica nas campanhas eleitorais e desvio de objetivo na aplicação de recursos em prol do servidor público municipal.

O prazo para a conclusão das investigações é de 90 dias, mas a data para conclusão das investigações pode ser prorrogada pelo mesmo período após análise no Plenário da Casa.

Em nota, o sindicato afirmou que trata-se, na verdade, de uma retaliação ao fato de parte da diretoria da entidade ser filiada ao PT e por ter criticado os vereadores que votaram contra a prorrogação da CPI do auxílio-atleta, motivação que os parlamentares negam.

“Nosso sindicato é um dos poucos que anualmente colocam a prestação de contas para análise a aprovação em assembleia amplamente divulgada. Há de se considerar a completa ausência de reserva moral do proponente de tal ação parlamentar, quer seja por ser réu em ação judicial por compra de votos, ou pelo comportamento passado, quando agrediu, com um tapa no rosto, um estudante durante manifestação em frente ao prédio da Câmara de Rio Preto”, afirma a nota, referindo-se a Marcondes.

AS 10 MAIS LIDAS