Redes Sociais

Política

Câmara realiza sessões extra para incorporar gratificações aos salários de servidores

Benefícios por assiduidade, tempo de serviço e formação em nível superior foram julgados irregulares pelo Tribunal de Justiça de São Paulo

Publicado há

em

A Câmara de Rio Preto realiza, na manhã desta sexta-feira, dia 2, duas sessões extraordinárias convocadas exclusivamente para a votação do projeto do Executivo que incorpora ao salário base de seis mil servidores e mil aposentados gratificações consideradas irregulares pelo tribunal de Justiça.

Com o corte desses benefícios – gratificações por assiduidade, tempo de serviço e nível superior – o valor liquido recebido pelos servidores poderá ficar entre 20% e 50% menor já nos vencimentos deste mês. Por isso, o governo e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio Preto pedem pressa à Câmara na aprovação da medida. Essas gratificações são pagas aos servidores há 25 anos.

O grupo de vereadores ligados ao ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) chegou a cogitar a convocação de uma audiência pública para discutir a proposta, mas desistiu da ideia após contato do prefeito Edinho Araújo (PMDB) com o ex-presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), pedindo agilidade na análise.

O quórum mínimo necessário para a abertura da sessão e para a aprovação do projeto é de nove dos 17 vereadores. O início das sessões extras está previsto para as 10h e 11h.  

AS 10 MAIS LIDAS