Redes Sociais

Política

Supremo rejeita por 6 votos a 5 habeas corpus para Lula

A última a votar foi a presidente da corte, Cármen Lúcia, que desempatou o resultado e definiu a maioria contra o pedido da defesa do petista

Publicado há

em

Por um placar de 6 votos a 5, o STF (Supremo Tribunal Federal) negou na madrugada desta quinta-feira, dia 5, o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra sua prisão na Operação Lava Jato.

Com a derrota no Supremo, Lula poderá ser preso depois de esgotados os recursos ao TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). A defesa do petista tem até a próxima segunda-feira,9, para decidir se apresenta recurso ao tribunal de Porto Alegre.

O julgamento do habeas corpus no STF teve início no dia 22 de março, mas a sessão foi interrompida na Corte. Com isso, o ex-presidente ganhou um salvo-conduto para não ser preso até a decisão desta tarde.

Votaram contra o pedido da defesa de Lula:
Edson Fachin, relator do processo Alexandre de Moraes Luís Roberto Barroso Rosa Weber Luiz Fux e Cármen Lúcia, presidente do STF.

Votaram a favor do pedido da defesa de Lula:
Gilmar Mendes Dias Toffoli Celso de Mello Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski

 

AS MAIS LIDAS