Redes Sociais

Política

Prefeitura vai receber segunda audiência pública do Instituto Federal

Reunião está agendada para o próximo dia 10; primeira aconteceu no dia 3 do mês passado e ainda haverá mais uma para cumprir exigências legais

Publicado há

em

A Prefeitura de Rio Preto vai sediar, no dia 10 deste mês, às 18h, no auditório do 9º andar, a segunda audiência pública para tratar da instalação do campus do Instituto Federal de São Paulo, em Rio Preto. A reunião cumpre uma exigência da portaria 1091, de 17/03/2015, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), que diz que são necessárias três audiências públicas para definir a implantação do Campus, a escolha dos cursos e outras questões relacionadas ao processo de instalação da unidade na cidade.

A primeira delas foi realizada no dia 3 do mês passado, e teve a presença do prefeito Edinho Araújo (MDB), do pró-reitor de ensino do IFSP, Reginaldo Vitor Pereira, a assessora executiva da Pró-Reitoria de Ensino, Haryanna Sgrilli, a Secretária Municipal de Educação, Sueli Costa, e o Secretário de Trabalho e Emprego, Edmilson Favaron. Aproximadamente 200 pessoas acompanharam a reunião. “O Instituto Federal é uma instituição plural e que atende desde a educação básica até a graduação. É importante a participação da população para que os cursos e as vagas reflitam o que a sociedade de Rio Preto representa”, afirmou o pró-reitor Reginaldo Vitor Pereira.

O processo de implantação começou no dia 27 de setembro do ano passado, quando o ministro da Educação, Mendonça Filho, assinou a portaria que autoriza o funcionamento do campus. O ato aconteceu durante encontro do ministro em São Paulo com o prefeito Edinho Araújo (MDB) e o secretário da Habitação Rodrigo Garcia. A portaria foi o primeiro passo para que a reitoria do Instituto pudesse iniciar o processo de instalação e funcionamento do IFSP em Rio Preto, com cursos técnicos e de graduação.

A Câmara de Rio Preto aprovou projeto de lei que autorizou a cessão do prédio do antigo Cefam, onde hoje funciona a Secretaria da Mulher, para ser a sede do IFSP. A cessão, de acordo com a lei sancionada pelo prefeito, tem prazo de 30 anos, prorrogáveis por mais 30. Além da cessão do imóvel a prefeitura ficará responsável, por cinco anos, por despesas decorrentes do consumo de energia, água, telefonia, limpeza e segurança do imóvel.

A cessão foi assinada no dia 1º do mês passado, pelo prefeito Edinho Araújo. O prédio cedido ao instituto tem 7,8 mil metros quadrados e será totalmente reformado para ser sede do Instituto Federal de Rio Preto. A estimativa é de que serão investidos R$ 5 milhões na reforma. “Estamos ansiosos para a instalação do campus e para o início dos cursos”, afirmou o pró-reitor administrativo, Silmário Batista dos Santos.

“Se trata de um momento histórico para a cidade. Demos mais um passo para o futuro de Rio Preto. Ensino de qualidade e gratuito. Nossa cidade está capacitada, temos demanda para a instalação e seremos referência regional”, afirmou o prefeito Edinho Araújo.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo é uma autarquia federal de ensino. Fundada em 1909, a instituição destina 50% das vagas para os cursos técnicos e, no mínimo, 20% das vagas para os cursos de licenciatura, sobretudo nas áreas de Ciências e da Matemática. Complementarmente, oferece cursos de formação inicial e continuada, tecnologias, engenharias e pós-graduação. O IFSP é organizado em diversos campus e tem mais de 40 mil alunos matriculados nas 37 unidades distribuídas pelo estado de São Paulo. 

 

 

AS MAIS LIDAS