GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Edital para construção de hospital na região Norte será publicado nesta sexta-feira

Sessão extraordinária da Câmara dessa quinta-feira, dia 7, retificou matrícula e autorizou a permuta de uma área em troca da obra que custará R$ 25 mi e terá 80 leitos

O prefeito Edinho Araújo, do MDB, está autorizado a publicar o edital de licitação para a troca de uma área do antigo Instituto Penal Agrícola, IPA, pela construção do Hospital da Região Norte. A autorização foi aprovada ontem pela Câmara Municipal em sessão extraordinária. A Câmara retificou a matrícula do imóvel. A anterior, equivocadamente, registrava a área total da fazenda do IPA a ser permutada com uma extensão de 245 alqueires. O prefeito Edinho Araújo disse que “houve um erro” e que a matrícula anterior realmente “contemplava a área toda (do IPA)”. A retificação recoloca o tamanho correto da área que será permutada, que é de 145 mil metros quadrados, pouco mais de cinco alqueires. Ela faz divisa com a Indústria Fachini. O prefeito adiantou ainda que vai “colocar o edital na rua nessa sexta-feira, dia 8, ou no máximo na próxima segunda, 11”. Ele pretende entregar o Hospital da Região Norte ainda em 2020.

Segundo o texto do projeto “será declarada vencedora da licitação” a pessoa física ou a jurídica (empresa) que “se comprometer em executar a contrapartida mínima representada pela construção do Hospital Municipal” e também “ofereça ainda maior valor em dinheiro a título de torna” que será pago de acordo com o edital. O Hospital da Zona Norte está inicialmente orçado em R$ 25 milhões. Terá capacidade para 80 leitos e vai realizar entre 4 e 5 cirurgias diárias. Um total de 300 a 400 procedimentos mês, incluindo outras intervenções. A construção está prevista em uma área do município, com 94 mil metros quadrados de extensão, no Parque Residencial Atlântica, Região Norte.

A sessão extraordinária tinha apenas esse projeto em regime de urgência na pauta. O presidente da Câmara, Paulo Paulera, agradeceu aos vereadores que compareceram, porque o quórum para a aprovação é de 2/3, ou seja, 12 votos. Mas cinco vereadores estão fora da cidade e foi necessário que o único vereador de oposição, Marco Rillo, do PT, comparecesse. Ele foi e disse no microfone que “faz oposição, mas nunca vota contra a cidade”. Ele entende que o Hospital é necessário. Mas ressalvou que não pode ser apenas mais um prédio que fica bonito e não funciona. Lembrou que em período eleitoral costuma-se enganar os moradores da Região Norte construindo prédios que depois não funcionam. Prometeu fiscalizar o funcionamento do Hospital.

Na verdade, a construção de um Hospital é o menor custo do empreendimento. Depois tem a folha de pagamento, com a contratação de um quadro de pessoal especializado como médicos e enfermeiros e o custeio do material utilizado. Rillo sugeriu em seu pronunciamento que o Hospital tenha administrador conhecido. Deverá ser transferido ao Hospital de Base através de convênio com o município. Disse anda que a área deverá ser comprada pelas Indústrias Fachini, mas que não se importa “desde que ela cumpra com a promessa de expansão e abertura de empregos”.

Na verdade, o edital é público e o vencedor será aquele que oferecer melhores condições financeiras, além da construção do Hospital. A área do IPA só será transferida em cartório através de escritura pública para o novo proprietário após ele entregar a obra do Hospital concluída. Está no projeto aprovado na Câmara.

Por Rubens Celso Cri em 07/11/2019 às 23:59
TerrasAlphaville