Política

Fábio Marcondes pede afastamento voluntário de secretária de Esporte até Ministério Público investigar denúncias contra ela

Ele disse na Tribuna que se nada for comprovado, Bernardelli volta ao cargo e pediu que o prefeito intervenha na situação; Edinho Araújo, MDB, não vai comentar a sugestão do vereador

O vereador Fábio Marcondes, PL, sugeriu na sessão da Câmara de 10 de dezembro, terça-feira, que a secretária do Esporte, Cléa Bernardelli, peça o seu afastamento voluntário do cargo até que se apure as denúncias contra ela feitas pela CEV (Comissão de Estudos de Vereadores). Ela é acusada de alterar dados de sua pasta que estavam no Portal da Transparência após saber que seria denunciada por irregularidades. Os dados utilizados pela Comissão estavam no Portal da Transparência e, segundo o presidente, Zé da Academia, DEM, eles foram alterados. A CEV analisou a situação do setor na cidade e os programas da Secretaria. Zé da Academia presidiu a CEV e Fábio Marcondes foi um dos três membros. 

Marcondes disse na Tribuna que sabe que o prefeito Edinho Araújo, MDB, não tolera esse tipo de coisa e sempre toma providencias imediatas e por isso estranha a posição do executivo até o momento. Ele repisou as denúncias. Bernardelli é acusada no relatório final da CEV, enviado ao Mistério Público, de usar o programa Auxílio Atleta para beneficiar esportistas e professores dos núcleos das escolinhas.

Zé da Academia fez acusações que na Secretaria “existe um esquema de desvio de dinheiro público” para beneficiar os “amigos”. Mostrou durante uma sessão da Câmara prints do Portal da Transparência (antes e depois de detectar o problema) onde pessoas próximas à secretária aparecem recebendo valores maiores do que aqueles pagos a atletas de ponta e a outros professores que realizam as mesmas funções. Após pedir explicações à Secretaria, os dados do Portal da Transparência teriam sido alterados. Ele veiculou os prints que comprovariam as informações na TV Câmara.

Nesta quarta-feira, dia 11 de dezembro, a Secretaria de Comunicações da Prefeitura emitiu a seguinte nota: “a Secretaria de Comunicação publica os dados enviados pelas pastas. Não altera nada”. Reafirmou que a Secretaria de Esporte não inclui ou retira dados no Portal da Transparência. Apenas a Empro (Empresa de Processamento de Dados) alimenta o Portal com os dados que são repassados pelas Secretarias. Admitiu que “a comunicação só altera os dados quando solicitado formalmente pela pasta”. Não informou, no entanto, se a Secretaria de Esporte pediu à Comunicação que os dados fossem alterados.  A nota diz ainda que “não” há nenhuma sindicância ou investigação aberta para apurar as informações e que o prefeito Edinho Araújo não vai comentar as declarações do vereador Fábio Marcondes

Por Rubens Celso Cri em 11/12/2019 15:00