Política

Pupo assina ficha no PSDB e é pré-candidato a prefeito na eleição de outubro

Vereador chega ao PSDB depois de costurar sua pré-candidatura pelo partido nos últimos seis meses

O vereador Renato Pupo cumpriu a promessa, se desfilou do PSD, e se filiou ao PSDB no final da tarde de quinta-feira, 2 de abril. Além dele, também assinou a ficha seu irmão, Luciano Pupo de Paula. O presidente do diretório do partido em Rio Preto, Manoel Gonçalves, abonou as fichas.

Renato Pupo chega ao PSDB depois de costurar sua pré-candidatura pelo partido nos últimos seis meses. Ele se distanciou do partido pelo qual militava, o PSD, dirigido em Rio Preto pelo vice-prefeito Eleuses Paiva, desde as eleições para deputado em 2018.

Paiva preteriu a candidatura de Pupo a deputado estadual, foi candidato a deputado federal, e fez dobradinha com Edinho Filho, candidato do MDB. Nenhum dos dois foi eleito. Pupo era candidato natural. Desde então, se afastou de Eleuses e se aproximou do PSDB.

Renato Pupo sedimentou sua transferência e sua pré-candidatura a prefeito com as lideranças estaduais e recebeu, no Palácio dos Bandeirantes, as benções do governador João Dória, das lideranças locais e regionais. Entre eles, a do Secretário de Desenvolvimento Regional e atual presidente estadual do PSDB, Marcos Vinholi, de Catanduva, e o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual por Votuporanga, Carlão Pignatari.

A costura foi muito delicada porque seu grupo político em Rio Preto fez ressalvas a possíveis relações numa coligação com o DEM, do vice-governador Rodrigo Garcia. Amarrou uma coligação com o PSL local, presidido por Marcos Casali. Esse, ao perceber que não seria o vice de Pupo, desfez o acordo e anunciou sua pré-candidatura solo a prefeito.

O vereador, um dos mais votados na última eleição para a Câmara, tem forte apoio de setores importantes da cidade. Mas esses redutos são disputados pelo atual prefeito Edinho Araújo, MDB, candidato à reeleição e que toca uma máquina pública com quase seis mil funcionários e em orçamento previsto para este em R$ 2 bilhões.

Renato Pupo dá um apoio crítico ao prefeito na Câmara Municipal.

Por Rubens Celso Cri em 02/04/2020 20:10
TerrasAlphaville