Política

Câmara aprova projeto que prevê as prioridades para orçamento de R$ 2 bilhões em 2021

Projeto entrou em regime de urgência; ele foi votado quanto a legalidade e ao mérito numa única sessão. Agora segue para a promulgação do prefeito Edinho Araújo e abre caminho para a redação do projeto do Orçamento Fiscal do ano que vem

 

Os vereadores aprovaram na sessão desta terça-feira, dia 30 de junho, o projeto que define a lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021. Este projeto entrou na ordem de votação em regime de urgência. Ele define quais são as prioridades para a destinação do orçamento do ano que vem. Ele está previsto na Lei aprovada pelos vereadores em R$ 2 bilhões. 

Segundo o secretário da Fazenda, Ângelo Bevilacqua, existe a expectativa que o orçamento para 2020 seja plenamente realizado, mesmo com os problemas que a economia local enfrenta por causa da crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19.

Bevilacqua diz em sua análise que prevê uma leve melhoria do quadro econômico no final do último trimestre de 2020. E que acredita em uma recuperação mais forte ao longo de 2021. Portanto, as Diretrizes Orçamentárias para uma arrecadação e uma despesa de R$ 2 bilhões em 2021 não é uma avaliação otimista, e sim realista, acredita o secretário.

Por Rubens Celso Cri em 30/06/2020 21:09
Taflex 28/05/2020