Política

Marco Rillo é o candidato oficial do Psol a prefeito; João Paulo deve ser candidato a vereador

Comunicado do Psol anuncia que o vereador é o candidato escolhido para a eleição municipal deste ano; João Paulo Rillo vai coordenar a campanha, mas o partido admite conversa para que ele seja candidato a vereador

 

O vereador Marco Rillo é oficialmente o pré-candidato a prefeito pelo Partido Socialismo e Liberdade, Psol. A informação é do diretório municipal. Com a decisão, o partido desiste da Frente Ampla de Esquerda que propôs formar com o PT, PCdoB e PSTU. O partido também admite que discute com o ex-deputado João Paulo Rillo a possibilidade dele ser candidato a vereador. Inicialmente, João Paulo era o pré-candidato do Psol a prefeito mas, abriu mão para tentar viabilizar uma Frente Ampla de Esquerda. Ele vai coordenar a campanha de Marco Rillo, o programa de governo e a chapa de vereador.


O racha é resultado da transferência de Marco Rillo do PT para o Psol na janela partidária, em março passado. Alguns nomes fortes do PT local para a disputa na Câmara Municipal acompanharam Marco Rillo. O PT desistiu da Frente e lançou a ex-vereadora e professora Celi Regina como pré-candidata do PT à Prefeitura. O partido viu na manobra uma tentativa de enfraquecê-lo. Ao ver o PT fazer esse movimento, o Psol entendeu que a proposta da Frente Ampla ficou inviável.

No comunicado em que anuncia a pré-candidatura, o Psol lembra que “Marco Rillo foi eleito cinco vezes vereador da cidade, sendo que, por duas vezes, foi o mais votado” e que “há décadas, cerra fileiras ao lado dos mais diversos movimentos sociais, sindicais e culturais da cidade. É a principal referência no parlamento em defesa dos servidores públicos municipais”. O partido afirma que “as eleições municipais ocorrerão em meio a uma das maiores crises sanitárias, econômicas, sociais e políticas do país”.

Ainda segundo o comunicado, o vereador é um dos cidadãos mais preparados para debater a cidade de maneira franca e direta. “Marco Rillo tem conhecimento para colocar o dedo na ferida e defender um programa democrático que garanta os interesses populares, sensível às necessidades das trabalhadoras e trabalhadores”. Para o Psol, “só aqueles que se contrapõem claramente ao projeto ultraliberal, que privatiza, gera desemprego, perda de direitos e empobrecimento dos trabalhadores, podem devolver ao povo a esperança em um país e em uma cidade humanizada, solidária, retomando os direitos sociais”.

Em carta aberta, professores apoiam Marco Rillo

Apoiadores da Educação para o lançamento da pré-candidatura:

Fabiano de Jesus – demitido do Governo Edinho
Adriana Dias – Diretora de Escola
Rogerio Andrade - Professor da Rede Municipal
Maria Isabel - Professora da Rede Municipal
Bruno José de Oliveira Ferreira - Professor
Fabio Roberto de Oliveira - Professor da Rede Municipal
Luciana Modesto - Professora da Rede Municipal
Marco Danilo Lopes - Professor da Rede Municipal
Camila Castro - Professora da Rede Municipal
Simone Lopes - Professora da Rede Municipal
Santana Reis - Agente Administrativo da Educação Municipal
João Pedro - Professor da Rede Municipal
Eugenio Maria Duarte, Professor de Filosofia e Supervisor de Ensino aposentado
Maria Adenilda da Silva Rosana - Professora (desempregada)
Edilaine Rosa - Professora
Polyana Andreia Cruz Parra - Professora
Denisia Duarte Costa - Professora
Maria Lucia Montemor - Diretora de Escola da rede municipal aposentada

Por Rubens Celso Cri em 29/06/2020 17:55
Taflex 28/05/2020