Política

Veja como foi a movimentação dos prefeituráveis de Rio Preto nesta quinta-feira, dia 15

O vai e vem dos dez candidatos a prefeito de São José do Rio Preto

Celi Regina e Coronel Helena traçaram na última quarta-feira, na TV, a linha que separa suas candidaturas.  Para Celi é necessário endurecer a quarentena, voltar a fechar tudo para controlar a Covid-19. No mesmo dia, a Coronel Helena, também na TV, disse que as medidas tomadas pelo prefeito fecharam empresas e destruíram empregos. As medidas, que somente permitiam serviços essenciais, teriam provocado a quebradeira geral. A Coronel quer abrir. E para não perder a chance, a professora Celi Regina é só elogios à data. Dia 15 de outubro é o dia do professor e ela lembra a formatura no magistério, os 32 anos dentro de sala de aula e fez uma homenagem a esse profissional.

O bolsonarista Marco Casale é só festa. Pela manhã desfilou com o senador Major Olímpio que veio a Rio Preto para demonstrar apoio à sua candidatura. Depois, na redação de a Gazeta de Rio Preto, foi sabatinado pela jornalista Vivi San Martino durante 30 minutos. Perguntado se o apoio do ex-prefeito Valdomiro Lopes atrapalha ele disse que o ex-prefeito ”é o mais popular”.

O candidato da Democracia Cristã, DC, Rogério Vinicius, faz uma live hoje, às 20h, com o tema Educação para Formar e Transformar. Rogério é advogado e tem lastro para falar sobre o impacto da educação na transformação do ser humano. Desde o dia 11 sem postar qualquer novo vídeo, sua última postagem tem pouco mais de 3h30 e trata da infraestrutura urbana e a qual tipo de desenvolvimento que a cidade devia optar.

No dia do professor, o candidato da coligação Rio Preto Muito Mais, Edinho Araújo, fez um programa todo dedicado a eles. Mostrou professores que fazem de tudo para conseguir dar aulas mesmo no momento da pandemia. Lembrou que gastou R$ 8 milhões para a reforma de 30 escolas, vai entregar mais duas ainda este ano e fala o que deseja fazer se for eleito nos próximos 4 anos. O candidato à vice, Orlando Bolçone, é um dos professores mais emblemáticos da cidade. E, portanto, uma das estrelas do programa.

O candidato do PRTB, Paulo Bassan, não fez novas postagens. Ele mantém em sua página de Facebook uma entrevista na qual se apresenta. É bom lembrar que Paulo Bassan é um dos dois candidatos sem direito a programa de Rádio e TV. Ele aposta alto na polêmica vinda da deputada federal Carla Zambelli, PSL, semana que vem, para levantar o astral da sua candidatura.

Carlos Arnaldo, candidato pela Coligação Rio Preto Pode Mais, amargou uma derrota para o oponente, Edinho Araújo. O juiz da 125ª Zona Eleitoral negou seu pedido para impedir o uso do nome Coligação Rio Preto Muito Mais pelo candidato Edinho. Carlos Arnaldo alegava que o nome é igual ao de sua coligação: Rio Preto Pode Mais. Na sentença, o juiz alega que a legislação determina que os nomes precisam ter a mesma grafia e o mesmo som. Portanto pedido negado e nada muda na gráfica das coligações.

O vereador Marco Rillo, candidato pelo Psol, também se voltou ao professor nesta quinta-feira, dia 15 de outubro. No curto espaço de tempo disse que 10% de nossas crianças não têm acesso à escola, que um entre quatro jovens até 16 anos não conclui o ensino fundamental, por causa disso, 38% dos nossos jovens são pessoas excluídas. Rillo diz que Rio Preto não pode ser a segunda melhor cidade do Brasil para se viver com o atual nível de ensino público. Promete novas escolas, cursinhos populares e parcerias para acomodar os ‘sem escola’.

O candidato a prefeito de Rio Preto pelo PCdoB, Carlos Alexandre, não tinha como não se lembrar dos professores. Filho de dois professores, ele conta rapidamente o esforço que fizeram a vida toda para ensinar as pessoas. Dando aula na roça, Carlos Alexandre lembra que o pai ajudava a construir banheiros nas residências dos alunos e mãe fazia agasalhos para distribuir para os alunos que não tinham.

Filipe Marchesoni, candidato a prefeito pelo Partido Novo, anuncia que sábado haverá uma Onde Laranja. O time do Partido vai se reunir a partir das 9h em frente o Fórum para uma caminhada pelo Calçadão até o Terminal Rodoviário.

 

 

 

 

Por Rubens Celso Cri em 15/10/2020 17:19