Política

Veja como foi a movimentação dos prefeituráveis de Rio Preto nesta sexta-feira, dia 23

O vai e vem dos dez candidatos a prefeito de São José do Rio Preto

O candidato Carlos Arnaldo explicou que a morte de uma pessoa próxima o impediu de comparecer ao debate do Lide Rio Preto ontem no começo da noite. Hoje, falou sobre seu projeto para a área de Assistência Social. Para ele, a Secretaria tem que melhorar a gestão, fazer um trabalho intermitente com os moradores de rua e em situação de vulnerabilidade e requalificar e recolocar essas pessoas no mercado de trabalho. Por consequência, devolvendo-as ao mercado de trabalho. Sábado o candidato faz uma caminhada pela Avenida Mirassolândia, na região norte, e visita eleitores em suas residências.

Marco Rillo, candidato do Psol, usou as redes sociais para falar de sua experiência como político. “São cinco mandatos como vereador fiscalizando atos do Poder Executivo, combatendo injustiças e denunciando a corrupção. Não tolero mau uso do dinheiro público e quero ser prefeito pra usar cada centavo do orçamento pra fazer a cidade crescer de maneira justa e igualitária”.  

Filipe Marchesoni, candidato pelo Partido Novo, volta a falar sobre os 30 motivos para o eleitor votar nele na eleição de novembro. Entre eles, o 22º, se refere à produção agrícola e ao agricultor. Marchesoni também postou nas suas redes sociais sua ida ao culto do pastor Rudnei Miranda e mostra que dois dos preferidos em pesquisas eleitorais, Edinho Araújo, MDB, e Marco Rillo, Psol, tem as maiores rejeições do eleitorado. Nesta sexta, Marchesoni começou o dia às 4h conversando com trabalhadores do transporte coletivo e termina concedendo uma entrevista online. Sábado ele percorre a região norte e conversa com o pessoal do Clube Amigos dos Deficientes, CAD.

A candidata do Republicanos, Coronel Helena,  continua a mostrar que a saúde de Rio Preto tem problemas. Ela apresentou a dona Maria, que esperava um exame de ressonância magnética há um ano e sete meses. A mulher só fez o exame após a interferência da equipe da candidata. Revelou que vai expor e resolver a Rio Preto que não é mostrada nos programas do atual prefeito, Edinho Araújo.

O candidato do PCdoB, Carlos Alexandre, e seu marqueteiro, Reinaldo Volpato, redigiram detalhadamente o plano de governo do comunista. O programa tem três eixos: Infância, Adolescência e Juventude, Combate à Pobreza e Desenvolvimento Sustentável. Esses eixos são transversais. Ou seja: mais secretarias estão envolvidas com cada um deles. O documento está detalhado no Facebook do candidato. Neste sábado, Alexandre fica à disposição dos candidatos a vereador em visitas a eleitores.

O candidato do Partido Democracia Cristã, Rogério Vinicius, está com a campanha presencial paralisada. Ele espera o resultado do exame de Covid-19. Após os primeiros sintomas, ele fez o exame e aguarda em isolamento domiciliar.

Paulo Bassan, candidato do PRTB, volta às redes sociais para criticar a falta de inteligência com a qual a pandemia foi administrada em Rio Preto. Bassan resgata ainda vídeos com a passagem da deputada federal Carla Zambelli, PSL, à Rio Preto para apoiá-lo. Ela insiste em dizer que a campanha de Bassan não tem dinheiro público e todos que estão com ele não recebem nada. Ao contrário de outros militantes, sugere. Hoje o médico esteve pela manhã em duas empresas da Vila Toninho. Neste sábado ele visita o distrito de Talhado.

A candidata do PT, Celi Regina, publica um banner informando que o PT é o partido de todos, sem qualquer tipo de preconceito. Ela também resgata um trecho do debate da Ordem dos Advogados do Brasil de Rio Preto. Nele Paulo Bassan, PRTB, pergunta sobre escola sem partido. E ela faz então um discurso sobre a liberdade do professor e o direito do aluno de aprender tudo que tem que aprender para ser um cidadão crítico e responsável. A professora Celi Regina precisa começar a falar dos outros pontos de seu programa de governo. Desde o começo da campanha ela vem falando para os professores. A cidade é mais universal.

O candidato Edinho Araújo relembrou os primeiros oito anos em que foi prefeito e mudou a segurança pública ao retirar o Cadeião do bairro Eldorado e ao por fim ao Instituto Penal Agrícola, IPA, de onde os reeducandos fugiam para praticar furtos. Nesta sexta-feira o prefeito foi burocrático. Fez despachos internos na Prefeitura e gravou para a TV. À noite, ele participa de conferência virtual.

O candidato do PSL, Marco Casale, não teve compromissos de campanha eleitoral. Ele participa de uma reunião partidária, na capital, desde a manhã desta sexta-feira, dia 23. A agenda do candidato deste sábado não foi divulgada.

Por Rubens Celso Cri em 23/10/2020 17:51