Política

Confira os bastidores da política desta sexta-feira, dia 05 de fevereiro

O jornalista Rubens Celso Cri traz na coluna Giro Político as principais notícias da política

 

A longo prazo

As feridas abertas na sessão que elegeu Pedro Roberto Gomes, Patriotas, presidente da Câmara Municipal continuam abertas e fazendo estragos. O grupo que se autodenominou independente foi isolado e perdeu todas desde então. O estresse foi e permanece tão grande que as Comissões Permanentes (23) precisaram de três sessões, e não uma como de praxe, para serem formadas. Pelo andar da carruagem, serão dois anos de tensão.

O vereador João Paulo Rillo, Psol, teria confidenciado que deverá ficar isolado nos próximos quatro anos. Escapa da cela ideológica se for eleito deputado estadual daqui dois anos.

Racha e reunião secreta

Na sessão do dia 2, terça-feira, foi necessário tirar o áudio das plataformas de mídia da Câmara e fazer uma reunião “secreta”. O intervalo de 5 minutos foi de 35. Os vereadores, rachados, buscavam um acordo para votar as Comissões. Não deu certo. Renato Pupo, PSDB, se desdobrou para ser mantido e presidir a Comissão de Segurança. Bruno Marinho, Patriotas, tomou o microfone e encerrou a conversa pedindo o reinício dos trabalhos. Detalhe: esqueceram de desligar o áudio da sala de imprensa.

E o Cabo?

O presidente Pedro Roberto impediu a votação aberta, nos microfones, para a formação das Comissões. Alega que o voto em cédula é regimental. Mas, e o Cabo Júlio? Ele se recupera da Covid-19, participa online e vota aberto. Pedro alega que se houver votação aberta a sessão pode ser anulada na Justiça por abrir precedente regimental. Votando aberto, Cabo Júlio não abre um precedente? 

Panos quentes

Prefeito Edinho Araújo aproveitou o evento na Faculdade de Medicina de Rio Preto com a presença da Secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, para tricotar com o presidente da Câmara, Pedro Roberto. Os dois consumiram parte do tempo trocando ideias num cantinho do auditório. O Executivo está preocupado com o racha desde a eleição para a presidência da Casa. 

Dobrada

O vereador Renato Pupo está em plena campanha eleitoral. Todos sabem que ele é candidato a prefeito em 2024. No meio do caminho, no entanto, tem a eleição para deputado. Pupo é espírita e tenta filiar no PSDB o promotor Marcos Lélis, que segue a mesma linha religiosa. A dobrada seria Promotor para Federal e Delegado para estadual. 

Branco, cabelo e cerveja

O vereador Anderson Branco, PL, apresentou projeto que transforma academias de ginástica, bares, restaurantes, lojas de turismo, lanchonetes e salões de barbearias em atividades essenciais. Branco justifica dizendo que a Constituição garante direito ao trabalho. Ele é proprietário de uma barbearia. Surfa num projeto parecido apresentado em Catanduva. 

Sonho meu

Os amigos mais íntimos afirmam que o prefeito Edinho Araújo não pretende terminar os mais de 40 anos de carreira política como prefeito de Rio Preto. Tem um sonho maior: disputar e vencer uma eleição para o Senado. Dois entraves: para disputar o Senado em 22, o prefeito tem que abrir mão de dois anos do cargo. Depois do racha tucano, fica difícil saber se a trinca PSDB-DEM-MDB vai parar de pé.  

Sob nova direção

Os médicos Francisco Cury e Helencar Inácio, atual presidente do Conselho de Administração da Unimed, foram apresentados à secretária Patrícia Ellen como os novos diretor e vice-diretor da Faculdade de Medicina de Rio Preto, Famerp. Para assumir o cargo, Helencar deve deixar o Conselho da Unimed.

R$ 20 mi e 600 empregos

Edinho Araújo anunciou que 10 grandes empresas assinaram contratos para se instalar no Parque Tecnológico, Partec. Cada uma comprou um terro de mil metros quadrados. Juntos vão investir num primeiro momento R$ 20 milhões e vão abrir 600 vagas de trabalho. 

Azul

Na segunda-feira os secretários de Obras, Israel Cestari Júnior, e Jorge Souza, do Desenvolvimento Econômico, vão se reunir com os permissionários do Shopping Azul. Os dois lados vão tentar marcar uma data para a retomada das atividades na praça jornalista Leonardo Gomes, ao lado do novo Terminal. Prefeitura ficou de fazer cercas, banheiros, instalar energia elétrica e adaptar as bancas como nas feiras livres.

Crédito Azul

A secretária estadual do Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen disse ontem que o governo do estado abriu duas linhas de crédito para a recuperação da economia. A primeira, de R$ 125 milhões, destinada aos setores mais atingidos como bares, restaurantes e serviços. E uma segunda linha destinada exclusivamente aos permissionários do Shopping Azul. Estará à disposição a partir da semana que vem.

A Jorge é uma rua

A Prefeitura voltou a proibir o tráfego de veículos no Calçadão. Edinho Araújo disse que a obra não foi concluída. “Não se trata da liberação do trânsito”. A Jorge Tibiriçá é uma rua da cidade e tem que funcionar como uma rua, explica. “São apenas 100 metros”. Para ele, é necessária a circulação de carros no local. “Temos moradores que entram e que saem, ambulâncias, Corpo de Bombeiros”. Quando a obra for ser entregue “a Prefeitura vai conversar com todos os comerciantes”. Ele nega que a abertura tenha sido precipitada. 

Região Metropolitana

Rio Preto e região devem virar região Metropolitana. Projeto do secretário estadual Marco Vinholi, PSDB, redefine o conceito e Rio Preto se encaixa. As regiões Metropolitanas têm benefícios que outras não têm. Hoje é necessário 1 milhão de habitantes. O projeto de Vinholi altera essa exigência.

No Comitê Estadual

Rio Preto passou a integrar o Comitê Estadual pela Retomada da Atividade Econômica. Ele estuda formas para a retomada da economia. São 14 polos. O Comitê identifica os gargalos e propõe políticas públicas.

Público e Privado

A área da Faculdade de Tecnologia, Fatec, no Parque Tecnológico vai receber investimentos da Fatec, da Prefeitura, do estado e da iniciativa privada. Patrícia Ellen, secretária estadual, disse ontem que não é possível dizer se Rio Preto volta para a fase 3, amarela, nesta sexta-feira. Afirmou, porém, que se não for hoje, será em 7 a 10 dias.

Laranja

A região de Rio Preto deve ficar na fase 2, laranja. Patrícia Ellen, secretaria estadual, disse ontem que Rio Preto está na transição entre o laranja e o amarelo. Prevê que entre 7 e 10 dias esteja na amarela. Mas não colocou a mão no fogo. “Em 24h tudo muda”.

Por Rubens Celso Cri em 05/02/2021 00:13