Política

Câmara retira convocação da secretária à espera da contratação dos professores

Rillo aceitou não votar a convocação desde que os professores aprovados e que entregaram documentos no ano passado tomem posse dia 6 de abril

 

O vereador João Paulo Rillo, Psol, retirou a proposta de convocação da secretária de Educação, Fabiana Zanqueta. Rillo aceitou não votar a convocação desde que os professores aprovados e que entregaram documentos no ano passado tomem posse dia 6 de abril.

O vereador do Psol queria explicações dos motivos pelos quais eles ficaram um ano esperando ser chamados para começar a trabalhar. Muitos deixaram os empregos que estavam e ficaram sem qualquer renda por quase um ano.

A Prefeitura alega que o prefeito Edinho Araújo, MDB, cometeria crime de responsabilidade, passível de cassação, caso autorizasse a posse dos aprovados. Lei federal determina que, quando não há atividade, não pode haver contratação. As aulas estão suspensas.

João Paulo aceitou a proposta feita pelos vereadores Paulo Pauléra, PP, Jean Charles, MDB, Jorge Menezes, PSD, e Bruno Moura, PSDB. Eles afirmaram em Plenário que, caso os professores não seja contratados dia 6, a secretária Fabiana Zanqueta, da Educação, será convocada a dar explicações na sessão seguinte. 
 

Por Rubens Celso Cri em 30/03/2021 16:45