Política

Confira os bastidores da política desta sexta-feira, dia 16 de abril

O jornalista Rubens Celso Cri traz na coluna Giro Político as principais notícias da política

A Céu aberto

A Prefeitura começa a receber semana que vem os equipamentos para iniciar a montagem das barracas e concluir a infraestrutura do novo Shopping Azul na praça jornalista Leonardo Gomes. Ainda não existe uma data para a retomada das atividades pelos permissionários. O novo Shopping Azul terá 167 barracas a céu aberto, na frente do Terminal Urbano. 

Espólio

O anúncio que revelou que o vice-governador Rodrigo Garcia vai deixar o DEM e se filiar no PSDB leva a uma pergunta: quem será o novo cacique do partido em Rio Preto? Afinal, por mais de 20 anos o DEM Rio Preto é o vice-governador, funcionários de seu gabinete, o vereador Francisco Júnior e mais de 200 filiados. No passado, houve eleição e o diretório municipal tinha 25 filiados. Garcia anunciou que vai para o PSDB para disputar a eleição de governador no ano que vem. Para isso, João Dória, PSDB, terá de ser candidato a presidente.

100 dias

Dia 8 de abril o prefeito Edinho Araújo completou 100 dias do seu quarto mandato à frente da Prefeitura de Rio Preto. Nesse pequeno intervalo ele anunciou o início da construção do ramal ferroviário entre Cedral e Mirassol, amarrou investimento estadual para o início das terceiras faixas na W. Luís e a região metropolitana. Tudo isso em meio da maior pandemia que a cidade vive em seus 169 anos de existência.

Ministério do Milagre

Pesquisa da Federação das Santas Casas em 300 cidades descobre que na região Noroeste três delas estão usando o último estoque da medicação conhecida como Kit Intubação. Rio Preto, Votuporanga e Fernandópolis. A região tem remédios para três ou no máximo quatro dias. O HB estaria em melhores condições: tem estoque para dez dias. Os laboratórios não entregam o produto. O governo federal confiscou a produção. A promessa do ministério da Saúde é normalizar a situação em até dez dias.  

Planta Genérica

A Prefeitura de Rio Preto está criando um grupo de trabalho para analisar a atualização da Planta Genérica do Município. Ela que determina o valor genérico do metro quadrado dos terrenos e construções. Com base nesses valores, é calculado o IPTU de todos os imóveis da cidade. Existem casos em que o proprietário aumenta a metragem construída e não informa à Prefeitura. Nesse caso, ele sonega parte do imposto. Geralmente, a atualização é feita por aerofotogrametria. Fotos aéreas denunciam os detalhes, mas também podem induzir a erro.

Previdente

Segundo o vereador Renato Pupo, PSDB, na última atualização as fotos aéreas acabaram indicando coberturas de polietileno como áreas construídas e distorceu a atualização dos valores genéricos de vários imóveis. Feita a observação, a Prefeitura refez os cálculos que resultaram em valores menores. Este ano, Pupo se antecipou ao problema e protocolou requerimento fazendo essa observação e pedindo que o grupo leve em consideração a condição econômica das pessoas devido à pandemia.

Pedro convida

O presidente da Câmara, Pedro Roberto, Patriotas, está costurando com o presidente da Comissão Permanente de Educação, vereador Bruno Moura, PSDB, convite para a Secretária da Educação, Fabiana Zanqueta, falar sobre os professores aprovados em concurso que ainda não foram convocados. Os professores temem que o concurso caduque. Se a secretária aceitar o convite, a reunião será virtual. Pedro espera que Bruno Moura marque data e hora. Todos os vereadores serão convidados.

João Paulo convoca

João Paulo Rillo voltou à carga e protocolou requerimento quinta-feira, dia 15, para que a Comissão Permanente de Educação convoque Fabiana Zanqueta para ela explicar porque não convoca os professores que passaram em concurso e não são chamados. 

Os 12

Um vereador governista se pergunta, no anonimato: Por que foi feito tanto barulho por tão pouco? Ele se refere à vacinação dos 12 professores do ensino especial. A Secretaria da Educação interpretou uma norma do governo estadual e não incluiu os 12 entre os professores do grupo prioritário. Houve desgaste após João Paulo Rillo, Psol, pedir a convocação de Fabiana Zanqueta para ela explicar os motivos da exclusão. Com auxílio do setor jurídico, o caso foi resolvido. Vacina fora do grupo de risco, a Prefeitura é multada.

A jaboticaba

Causou estranheza o anúncio da publicação do edital que vai transferir o aeroporto de Rio Preto para a iniciativa privada. São dois blocos. O de Rio Preto encabeça o bloco Noroeste. Nele, são 11 aeroportos. Garcia revelou que os vencedores poderão explorar o “sítio” ou “área” do aeroporto para outras atividades econômicas. Citou empreendimentos turísticos e imobiliários.

Tudo, mesmo?

Tem quem tenha ficado com a impressão que os concessionários vencedores poderão construir grandes estruturas nos espaços vazios do “sítio”. O vencedor será conhecido num leilão da Bolsa de Valores de São Paulo dia 15 de julho. Quem levar, explora durante 30 anos. E é obrigado a investir, no mínimo, R$ 181 milhões. Mais a outorga de R$ 6,8 milhões. A concessão poderá ter empresa estrangeira em consórcio com grupo nacional.

Agora vai?

O aeroporto de Rio Preto é uma novela com milhares de capítulos. Um deles, foi a declaração de que ele é internacional. Mas, não é. São vários os motivos que impedem o desejo da região. O tamanho e largura da pista, falta de uma torre de controle para voos por instrumentos, etc. No entanto, o que impede mesmo sua internacionalização é a falta de uma delegacia da Polícia Federal e de Vigilância para fiscalização fitossanitária. Um aeroporto internacional em Rio Preto não é para voos regulares de passageiros para o exterior. Mas para receber e exportar cargas leves (como frutas, hortaliças ou pequenas peças industriais) e turbinar os negócios agrícolas e industriais em Rio Preto e região.

Odélio, o censor

Ao discursar contra a convocação da secretária de Educação, Fabiana Zanqueta, o vereador Odélio Chaves, PP, fez críticas à forma com que João Paulo Rillo, Psol, se expressa em Plenário. João chamou a ele e aos outros vereadores de “canalhas” na sessão do dia 30 de março. O ex-deputado deu o troco afirmando que Odélio é o censor oficial da Câmara de Rio Preto. Odélio, Bruno Moura, PSDB, e Cabo Júlio, PSD, denunciaram o caso no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Qual será o caminho?

Pode ter sido ato falho. Durante a live que fez para anunciar a publicação do edital para a transferência do aeroporto de Rio Preto para a iniciativa privada, Rodrigo Garcia disse que “em breve” teremos o fim das restrições. Elas já duram mais de um ano. Não deu detalhes. Citou a vacinação. A imunização de todos os paulistas ainda está longe de ser concluída. Aguardemos.

Por Rubens Celso Cri em 16/04/2021 00:03