Política

Confira os bastidores da política desta sexta-feira, dia 18 de junho

O jornalista Rubens Celso Cri traz na coluna Giro Político as principais notícias da política

Celebridade

Prefeito pode até estar com a popularidade baixa, ainda mais depois do lockdown noturno, mas ele ainda é tietado. Prova disso foram as crianças que grudaram na grade do hospital da zona norte e ficaram gritando por ele! Só sossegaram depois que o Edinho se aproximou e cumprimentou a todos... De longe, mas fez questão de retribuir o carinho. O fato aconteceu durante a visita a obra, quando Geninho Zuliani liberou R$ 10 milhões para equipamentos.

Pneu furado

Os motoristas do Expresso Itamarati que prestam serviço no transporte coletivo prometem nova paralisação dia 25 de junho. Eles querem que a empresa pague as horas extras e ceda o reajuste reivindicado pela categoria. O sindicato diz que a empresa faz reunião, mas não cede. A primeira paralisação relâmpago, foi das 4h às 9h. Houve aglomeração no Terminal. Os grevistas não fizeram anúncio antecipado.

Troca

Dança das cadeiras, fora de época. O jornalista Raphael Ferrari, bolsonarista indicado por Anderson Branco, PL, não faz mais parte do quadro da comunicação da Prefeitura. No lugar, entra Marco Aurélio, ex-Diário da Região. Na administração Paulo Pauléra, PP, Ferrari estava lotado na Câmara Municipal.

Bom sinal

Ao dizer que “o João está quase me convencendo”, o vereador Bruno Moura, PSDB, abriu a possibilidade de melhorar as relações entre os vereadores. João Paulo, Psol, e Bruno Moura, brigam para que as gestantes, lactantes e puérperas entrem no grupo de prioridade de imunização. Crianças amamentadas pelas mães imunizadas nascem ou criam naturalmente anticorpos contra a Covid-19.

Com os grandes

Com a decretação do novo lockdown, o prefeito Edinho Araújo, MDB, tira o pé e diminui a intensidade da sua agenda diária. Dia 31 participa, das 10h às 12h, de um Webinar da regional local do Sinduscon (Sindicato que agrega as Grandes Construtoras). Além do prefeito, do vice Orlando Bolçone, e os secretários de Obras, Israel Cestari Júnior, do Desenvolvimento Econômico, Jorge Souza, e da Habitação, Manoel Gonçalves, haverá a participação dos empresários Odair Senra, Ronaldo Cury, Fernando Junqueira e Rafael Correia.      

Novo fracasso

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto, Acirp, empresário Kelvin Kaiser, defendeu que os municípios da região também implantem o lockdown. Em vídeo, diz que se eles não fecharem, o lockdown em Rio Preto será um novo fracasso. Ele diz que os rio-pretenses vão se aglomerar em festas, bares e eventos nas cidades vizinhas. Para ele, o lockdown “é uma tragédia para bares e restaurantes”.

Boi de piranha

O empresário Alexandre Zanin, representante da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes diz que o segmento é perseguido pelo Comitê de Contingência Contra a Covid. Em entrevista, revelou acreditar que as medidas “não são eficazes” e que foram adotadas porque a Prefeitura não conseguiu resolver a pandemia e teria escolhido o setor para dar satisfação à população. “A Prefeitura está perdida e eles precisam dar uma reposta adequada”, afirma. Cita também a aglomeração do transporte público. 

Chorou com a faca na boca

O Procurador Geral do Município, Luiz Roberto Thiesi, revelou durante live que está em quarentena porque o seu filho testou positivo para a Covid. Ao falar da decisão de endurecer as medidas punitivas a quem desrespeitar o lockdown, Thiesi chorou. Um dos servidores mais rígidos e intransigente da Prefeitura, ele prometeu multa mínima de R$ 6.200,00 para os infratores, e lacração definitiva do estabelecimento, em caso reincidência.

Cacau por fora

Sem citar nomes, Aldenis Borim respondeu as acusações feitas pelo médico e ex-secretário de Saúde, Cacau Lopes. Na Tribuna da Câmara, Cacau disse que lockdown depois das 18h não funciona porque a transmissão se dá durante as atividades diárias. À noite, não haveria ninguém na rua. Aldenis revelou que essas pessoas são ignorantes. Citou que apenas no último final de semana foram flagradas dezenas de festas e aglomerações em bares. A partir das 18h, as aglomerações ocorrem sem freios em toda a cidade, aponta. O resto, para ele, é pura ignorância. 

Novamente

Durante entrevista após visita ao Hospital Regional na Região Norte, o prefeito Edinho Araújo admitiu que o lockdown precisa ser regional. “Eu tenho feito todo o esforço para que nós tenhamos essa unidade dos municípios que fazem a divisa geográfica com São José do Rio Preto”, disse. “Nós queremos fazer de forma coletiva”. Ressaltou, no entanto, que essa é uma decisão autônoma de cada um dos prefeitos. E conclui dizendo que “muitas vezes o ótimo é inimigo do bom”. Nenhum dos municípios se posicionou ainda. A maior expectativa é Mirassol. Quando fecha aqui os empresários pisam na cabeça do prefeito e não permitem o lockdown por lá.  

Meio ambiente

O superintendente do Semae, Nicanor Batista Filho, explicou em audiência pública na Prefeitura as obras para a construção de estação elevatória de esgoto na região do Quinta do Golfe. Elas são fundamentais para evitar impacto nas reservas ambientais da região, incluindo a Floresta do Noroeste Paulista. Nicanor exibiu um vídeo como a estação vai funcionar e eliminar risco para as áreas de proteção, a estação e a floresta do Noroeste Paulista.  

Contra o fogo

O presidente da Câmara, vereador Pedro Roberto, realizou um encontro contra incêndios na Floresta Estadual do Noroeste Paulista e Estação Ecológica do Noroeste Paulista. Se reuniu com os representantes da Associação dos Amigos dos Mananciais, AAMA. Depois, o grupo saiu em carreata até a Floresta, pediu a instalação imediata de câmeras de monitoramento, totens de sinalização e calçamento e roçada na Avenida Abelardo Meneses, que corta o local.

Mudo para sempre

A participação online dos vereadores nas sessões na modalidade virtual tem causado algumas saias justas. Com microfones abertos, vazam todo tipo de conversa doméstica ao vivo. Na última, teve um momento em que o João Paulo sugeriu que o microfone de Jorge Menezes ficasse mudo para sempre. Jorge é o vereador que nunca fecha o som do microfone e atrapalha votações. Isso quando não faz brincadeiras como se a sessão fosse um churrasco entre amigos.

Sessão às 14h

Até o fechamento desta coluna, o presidente da Câmara ainda não tinha realizado a reunião com a Mesa Diretora. Mas, diante do novo decreto de lockdown, já está definido que as sessões nesse período começam às 14h e terminam às 18h. O protocolo vai receber requerimentos de pesar até às 10h no dia da sessão. Pode haver restrição no funcionamento da Casa. Ainda não há definição.

Por Rubens Celso Cri em 18/06/2021 00:11