Política

MBL encabeça ida de rio-pretenses a protesto contra Bolsonaro na Paulista

Ato promovido pelo Movimento Brasil Libre e Vem pra Rua vai reunir grupos de direita e da esquerda na Avenida Paulista, no próximo domingo (12)

Cerca de 50 integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) sairão de Rio Preto até a Avenida Paulista, na região central de São Paulo, para protestar contra a o governo de Jair Bolsonaro. A manifestação está marcada para o próximo domingo, dia 12, e vai reunir grupos políticos e partidos de direita.

Grupos de esquerda também aderiram ao ato, que pede o impeachment do presidente.

“Fica bem difícil defender um presidente que acabou com o COAF e a Lava jato para proteger a si e seus filhos das investigações de rachadinha, que sancionou os milhões de fundão eleitoral enquanto falta comida na mesa do brasileiro, acabou com a delação premiada, interferiu na Polícia Federal para proteger a si e a própria família, que negou a vacina durante a pandemia, incentivou o uso de medicamentos ineficazes contra a Covid, que tenta dar golpes de Estado frequentemente, que loteou o governo para o centrão e criou cargos em ministérios pra lotear políticos indicados por corrupção. Ah! e não podemos nos esquecer do escândalo recente da Covaxin, mostrando que o presidente prevaricou!”, disse o coordenador do MBL em Rio Preto, Warlen Miiller.

O ato está previsto para começar na Paulista às 14h, em frente ao Masp. Entre os confirmados estão João Amoedo (NOVO), o ex-deputado federal e ex-Ministro da Saúde Henrique Mandetta (DEM), Kim Kataguiri (DEM), Tabata Amaral (sem partido) e o músico Tico Santa Cruz.

Por Karol Granchi em 10/09/2021 16:27