Política

‘Foi um desabafo’, diz vereadora que gravou vídeo reclamando do salário de R$ 4,6 mil

Vídeo que mostra vereadora Alessandra Bueno (PSDB), de Olímpia, conta com mais de 1,4 mil visualizações

Um vídeo que mostra a vereadora Alessandra Bueno (PSDB), da Câmara de Olímpia, “deu o que falar” nos grupos de aplicativo na região. Nas imagens, a parlamentar, que foi eleita pela primeira vez nas últimas eleições com 824 votos, parece estar indignada com tantos afazeres na nova função e reclama do salário de R$ 4,6 mil.

“Essa vida que eu tô levando por causa de quatro mil seiscentos e pouco, eu não aguento, tá! Uma cabeleireira, uma manicure, garanto que ganha mais que eu e não tem esse inferno de vida que eu tenho!”, afirmou Alessandra aos gritos.

Ao Gazeta de Rio Preto, a vereadora, que cresceu na Vila São José e atualmente mora na Coab III, disse que não fez o vídeo com intenção de reclamar do salário, nem do trabalho, mas que usou as redes sociais para desabafar.

“Foi um desabafo, aquele dia eu não conseguia nem levantar da cama, de tanto cansaço. As pessoas estão confundindo as coisas e me procurando para resolver seus problemas pessoais, isso se torna desgastante. O vereador está disponível e tem o dever de resolver os problemas da comunidade, de fiscalizar, mas não de resolver problemas pessoais de ninguém. As pessoas perderam o bom senso, não consigo mais controlar isso. É de madrugada e eu recebo mensagem de gente pedindo até pra eu marcar consulta médica, de gente perguntando sobre local da vacinação contra a Covid. Eu não tenho estudos e não sei me expressar, aquele vídeo foi só um desabafo”, explicou.

“Eu fui a única vereadora que votou contra o aumento do salário e aumento de vereadores na Câmara. Fui eleita sem dinheiro e muitas pessoas não aceitam que eu vim de fundo de vila, essas pessoas me perseguem e usam qualquer coisa contra mim, é uma perseguição política”, ressaltou.

O Gazeta também procurou o presidente do legislativo, Zé Kokão (Podemos), mas ele não quis comentar o assunto.

Por Da Redação em 06/10/2021 16:45