Política

Prefeito e vice de Ubarana perdem recurso e tem mandatos cassados novamente

Justiça Eleitoral determinou eleições suplementares no município

A Justiça Eleitoral negou o recurso em 2ª instância e determinou novamente a cassação do prefeito de Ubarana, Gomides Ferraz Neto (DEM) e seu vice, Marco Antônio Vitali (Solidariedade), já condenados anteriormente pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TER-SP), em sessão plenária na semana passada, por captação ilícita de sufrágio.

A decisão do juiz da 64ª Zona Eleitoral, Luciano Persiano de Castro, determina a realização de novas eleições. A data deve ser designada pelo TER-SP.

No dia 16 deste mês, o TER-SP manteve o entendimento do juízo de 1ª instância que já havia condenado os réus. Em sua decisão, o relator entendeu haver provas de que o então candidato a prefeito distribuiu valores em dinheiro a vários eleitores, na véspera do pleito municipal de 2020, em troca de seus votos.

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Ubarana, mas até o fechamento deste texto não foi atendida. 

Por Da Redação em 26/11/2021 16:20