Câmara de Rio Preto amplia medidas para conter avanço da Covid-19

Mesa Diretora decidiu que vereadores poderão participar de sessões de maneira remota e avalia restrições de acesso ao público nas galerias

A Câmara Municipal de São José do Rio Preto, por meio da Mesa Diretora, definiu na segunda-feira (17) a ampliação das medidas visando conter a proliferação dos casos de Covid-19, que já atingiu gabinetes de vereadores e diferentes departamentos da Casa. Entre as medidas, está a opção de os parlamentares participarem das sessões de forma remota, assim como a suspensão temporária da presença de público nas galerias durante as sessões, além da suspensão de sessões solenes.

A decisão visa ampliar a segurança sanitária de visitantes e servidores, visto que nos últimos dias foram registrados 47 afastamentos de trabalhadores do Legislativo, entre efetivos, comissionados e terceirizados que apresentaram sintomas gripais, como febre, tosse, coriza ou tiveram contato com familiares com os mesmos sintomas.

Na última sexta-feira, a Mesa Diretora já havia decidido algumas medidas, como a desinfeção de todo o prédio do Legislativo e retorno do sistema de home-office para parte dos departamentos administrativos, com presença mínima de 50% dos servidores lotados na repartição, além do afastamento imediato de casos suspeitos, como servidores e funcionários com sintomas.

Ao todo foram registrados casos confirmados ou suspeitos no gabinete de nove vereadores, assim como, atingiu as diretorias Geral, Legislativa, Jurídica e Administrativa, como também na Coordenadoria de Comunicação e da TV Câmara. Foram registrados ainda afastamentos no Departamento de Pessoal, Departamento de Transporte, telefonia e terceirizados.

A Mesa Diretora, composta pelos vereadores Pedro Roberto (Patriota), Karina Caroline (Republicanos), Renato Pupo (PSDB), Robson Ricci (Republicanos) e Jorge Menezes (PSD) reforçou a decisão dos integrantes da Frente Parlamentar de Combate à Covid-19 de ouvir o secretário de Saúde, Aldenis Borim, sobre as ações desenvolvidas pelo município para conter o avanço da pandemia no município. O retorno das sessões ordinárias está marcado -para o dia 25 de janeiro, primeira terça-feira após o recesso, que termina no dia 20 de janeiro.

Por Da Redação em 18/01/2022 08:42