Redes Sociais

Política

Região não tem deputado que represente trabalhadores, afirma presidente da Força Sindical

Presidente da Força São Paulo esteve em Rio Preto nesta quinta-feira (05)

Publicado há

em

O presidente da Força Sindical São Paulo, o sindicalista Danilo Pereira, afirmou nesta quinta-feira (05), durante plenária da central, em Rio Preto, que os trabalhadores da região precisam se organizar e eleger um deputado que os represente na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Pereira se reuniu com vários sindicalistas da região e de São Paulo, na sede do Sindalquim, em Rio Preto, para debater o atual momento político do país. Além de representantes da região, como dos Motoristas, do setor da Alimentação, da Saúde e dos Rurais, Pereira veio para Rio Preto na companhia do secretário geral da Força, Carlos Augusto dos Santos (Carlão), diretor dos Metalúrgicos de São Paulo, e do diretor da Força, Eduardo Annunciato (Chicão), presidente do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo.

“Se pegarmos todos os deputados estaduais e federais, por nome, profissão, podemos afirmar que não tem nenhum que defenda os trabalhadores aqui da região. Um deputado que seja do chão de fábrica, que realmente represente os trabalhadores. Isso precisa mudar nesta próxima eleição”. Os dirigentes que estiveram presentes na plenária representam mais de 60 mil trabalhadores na região de Rio Preto. 

O presidente da Força São Paulo está percorrendo todo o Estado para visitar sindicatos filiados e debater ideias. O dirigente está reorganizando o movimento sindical e na região de Rio Preto indicou o presidente do Sindalquim, João Pedro Alves Filho, para coordenar a entidade. “É mais um desafio, principalmente nesse momento em que vivemos, em ano eleitoral.  Vamos enfrentar os desafios juntos e assim como o Danilo disse, nós precisamos conscientizar os trabalhadores sobre quem os defende politicamente. Eleição não é só para presidente e governador. Nesse momento, na Assembleia e na Câmara, os deputados só fortalecem as bancadas patronais. Precisamos de deputados que defendam os trabalhadores, políticos mais progressistas”.

AS 10 MAIS LIDAS