Redes Sociais

Política

Confira os bastidores da política desta sexta-feira, dia 1º de julho

O jornalista Rubens Celso Cri traz na coluna Giro Político as principais notícias da política

Publicado há

em

Teto baixo

O vereador Renato Pupo (PSDB), pré-candidato a deputado estadual, move uma ação contra o governo do estado para impedir que seus salários como delegado de polícia e professor da Academia da Polícia Civil sejam agregados. Juntos, eles estouram o teto. “São atividades distintas”, afirma. Outros delegados estão entrando na Justiça e ganhando a ação. No entanto, o TJ negou o pedido de liminar alegando que se, ao final da ação, ele vencer, tudo o que não foi recebido, será pago retroativamente.

De graça não

Ele pede ainda que não seja descontado imposto de renda sobre parte dos vencimentos consideradas indenizatórias. “Não justifica você pagar imposto sobre uma verba indenizatória”, alega. Ele ainda explica que, por falta de pessoal, acumula função como delegado em outra cidade. Mas, não vê o dinheiro. “Aquilo que o estado paga não chega também, porque fica no teto”, argumenta.

Benemérito

Com essa manobra, o estado acaba se locupletando. Um funcionário presta o serviço e o estado enriquece “porque tem um servidor que está trabalhando e está trabalhando praticamente de graça. Porque ele paga e não paga. Na verdade, paga. Mas isso não chega para o servidor”, explica. Nenhum servidor público pode receber acima do teto. A referência é o salário dos desembargadores do Tribunal de Justiça. Hoje, R$ 30 mil. Ele também dá aula em duas faculdades.

Deu ruim

O ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual, Valdomiro Lopes (PSB), está frustrado. Estava empolgado com a visita do pré-candidato do PSB ao governo do estado, Márcio França nesse sábado (02). Visita foi cancelada por França sem maiores explicações.

Mistério

No último programa Roda Viva, o pré-candidato ao governo paulista pelo Republicano, o ex-ministro Tarcísio de Freitas, disse que recebeu um título de cidadão rio-pretense. No dia seguinte, a Câmara de Rio Preto desmentiu a informação. Tarcísio foi agraciado com uma moção de aplausos pela bancada bolsonarista da Casa. Mesmo após o desmentido oficial, Tarcísio reafirmou que recebeu o título e que falta apenas marcar a data para recebê-lo. O que não é verdade. A notícia é do site O Antagonista.

Seguidores

O presidente da executiva do Republicanos em Rio Preto, jornalista Diego Polachini, disse que ele não recebeu título e que essa é uma questão menor. O importante, segundo ele, foi a aula que o candidato deu durante 1h30 ao longo do programa. Por outro lado, se o pré-candidato é taxativo sobre a honraria, é provável que ela aconteça. Tarcísio tem seguidores fiéis na Câmara de Rio Preto e o projeto pode estar dormindo em alguma gaveta à espera da hora certa. O Republicanos tem dois vereadores.

Vem aí

Tarcísio de Freitas vem à cidade na segunda-feira (4) para uma palestra organizada pela vice-presidência regional da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo). O evento está sendo replicado em várias regiões do Estado. Em Rio Preto, o vice-presidente regional da Federação é o ex-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp), Paulo Sader. O presidente do Republicanos, Diego Polachini diz que essa é a única agenda prevista. A outra possibilidade é uma passada pelo Mercadão na banca do pastel.

Outra vez

O jornalista e apresentador de TV José Luiz Datena desistiu de ser candidato a qualquer cargo na eleição de outubro. Justificou a decisão alegando que é atacado por grupos bolsonaristas radicais. A última vez que ele esteve em Rio Preto, na companhia de Tarcísio de Freitas, ele foi intensamente vaiado pelos grupos mais exaltados que seguem o presidente da República. Datena é o eterno candidato que nunca chega até uma eleição.

No varejo

A quinta-feira (30) foi dia de estratégia de campanha eleitoral para Rodrigo Garcia (PSDB). Ele passou por Araçatuba, entregou uma unidade da Clínica Veterinária Meu Pet e 268 títulos de propriedade por meio do programa Cidade Legal. Em Andradina, inaugurou um Parque Aquático Temático Thermas Acqualinda. Em Rio Preto, virou operário e ajudou a desmontar o primeiro barraco da favela Marte e inaugurou a UBS João Paulo II/Jaguaré.

No atacado

A cereja do bolo de Rodrigo Garcia ontem (30) foi o anúncio de que este ano os paulistas não terão aumento no preço do pedágio. Ele deveria ter aumento a partir desta sexta-feira (1) entre 10,72% e 11,73% para 17 concessionárias e outra, dia 6. O percurso entre Rio Preto e São Paulo tem 9 praças e a ida e volta com um carro de passeio fica em R$ 200,40. Ele não descuidou das concessionárias. Afinal, gente poderosa. Criou um grupo de estudo para ver o que consegue oferecer a elas em troca do reajuste zero.  

Espantoso

A base do prefeito Edinho Araújo (MDB) na Câmara é negligente e covarde. Assiste calada ele virar pandeiro de malandro. Nas sessões, apanha cedo, à tarde e à noite. Pior: tem só um opositor. João Paulo Rillo soltou o verbo na última sessão por causa do provável fechamento da UBS do Jardim Felicidade. Disse que a Câmara tem que “impedir um gesto irresponsável, negligente e desumano” e que Edinho é “um déspota” e “está perdendo a essência humana”. Ele chamou o prefeito de tirano e nenhum dos 15 governistas deu um pio. Assombroso.

Gente varonil

Uma moção de João Paulo contra a juíza que escondeu a menina de 11 anos da família para que ela não fosse submetida a um aborto legal, acabou aprovada por 9 a 8. O que se constata é o quanto os vereadores se comportam ideologicamente. O grupo conservador, encabeçados por Jean Charles (MDB), Odélio Chaves (PP) e Anderson Branco (PL) rejeitou a moção alegando ser contra o aborto. A discussão não era essa. E sim a conduta da juíza que, ao arrepio da Lei, decidiu um caso com base em suas convicções e não baseada nos Códigos. Esperemos que jamais aconteça. Mas só vamos conhecer realmente a posição de alguns dos cristãos que se comportam dessa forma quando um problema desse, entrar porta adentro da casa de um deles.

Habilidade

O maior exemplo de sucesso em Rio Preto é o Instituto Valquírias Word e a ONG Gerando Falcões. Se aliaram aos moradores, enfrentaram toda a burocracia e falta de vontade dos governantes e conseguiram pôr fim à Favela Marte angariando apenas para o aluguel temporário, R$ 58 milhões. As 240 famílias vão ficar em casas alugadas 18 meses para a construção de 240 casas já autorizadas pelo governador Rodrigo Garcia que vão substituir os barracos. A ação é bem maior. Nesse período, os moradores serão capacitados para conquistarem autonomia.

Eleição

O caso é tão emblemático que transformou o governador o estado em operário ao ajudar a desmontar o primeiro barraco, trouxe a Rio Preto Luciano Huck e seu Domingão e, para a surpresa de muitos, o homem mais rico do Brasil: Jorge Paulo Lemann, que fez o que provavelmente nunca fez na vida. Visitou uma favela.

Chuchu fresco

Ainda sem data, está confirmada a vinda do ex-governador e pré-candidato a vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB) a Rio Preto. Vem tentar amaciar a cidade extremamente conservadora a votar em Luiz Ignácio Lula da Silva (PT) na eleição de outubro. Na verdade, tem fonte próxima ao partido dizendo que Alckmin vem mesmo preparar a visita de Lula, que também estaria confirmada. Não pode ser como a visita de Fernando Haddad. Prometida, mas jamais cumprida.   

Biruta de aeroporto

Será que os ventos estão mudando no PSDB? Na visita do governador ontem (30), uma repórter perguntou ao presidente da Assembleia Legislativa, Carlão Pignatari, como está o processo interno que pretende expulsar o vereador rio-pretense Bruno Moura. O deputado que pediu a expulsão de Bruno, soltou os cachorros e disse que esse problema não é dele. Mandou que ela procurasse o partido. Carlão Pignatari sendo Carlão Pignatari. O rio-pretense não conhece a fina flor de Votuporanga.

AS 10 MAIS LIDAS