Redes Sociais

Política

Confira os bastidores da política desta sexta-feira, dia 22 de julho

O jornalista Rubens Celso Cri traz na coluna Giro Político as principais notícias da política

Publicado há

em

Pepino

Um imenso problema dorme nas gavetas do promotor público Cláudio Santos de Moraes e do Procurador Municipal do Município (PGM), Luiz Roberto Thiesi. Uma denúncia anônima contra o ex-vereador e atual diretor do Procon, Jean Dornelas. O documento tem nove páginas e é uma bomba que pode respingar em muita gente. O conteúdo também foi encaminhado aos 17 vereadores. Chegou nos gabinetes na sexta-feira passada, dia 15. Oficialmente, ninguém deu um pio.

Insistiu

A primeira denúncia foi encaminhada diretamente ao promotor. Como não aconteceu nada, o autor encaminhou via Ouvidoria do Ministério Público. Mandar aos 17 vereadores foi uma tentativa de transformar o fato em uma ação política. A partir daí o promotor solicitou informações ao Procurador Geral do Município, Luiz Roberto Thiesi. Dele ainda não chegou resposta. Mas, o próprio Dornelas já se apressou em colocar seu lado. Como resposta, o próprio ex-vereador defendeu a tese de que denúncia anônima não pode ser aceita e entregou até um balanço patrimonial do escritório dele. Imagina-se que o autor da denúncia desejasse que o promotor pedisse uma investigação à Polícia Civil ou abrisse um procedimento.

Benefício próprio

Entre as denúncias estão a suposta utilização do Procon e a continuação do exercício da advocacia. Ao mesmo tempo, Dornelas também é acusado de captar clientes para o próprio escritório de Direito, de conceder benefícios a supostos infratores e propaganda contrária aos concorrentes. Uma verdadeira desorganização do órgão com funcionários apadrinhados cometendo irregularidades como trabalhar embriagado e até relações extraconjugais dentro do grupo.

OAB na muda

Com a denúncia de que Dornelas captava clientes através do Procon, a Promotoria encaminhou ofício informando os fatos à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Os procedimentos na OAB são cobertos por sigilo. Não se sabe qual será a resposta. Como a denúncia é minuciosa, detalhada e grave, espera-se uma resposta pública para essa história.

Por fora

Mesmo sem a resposta da Procuradoria Geral do Município, é evidente que o Prefeito Edinho Araújo deveria, ao menos, estar ciente dos fatos. No entanto, ele negou estar a par do conteúdo da denúncia e até agora nem sindicância interna foi aberta.

Coincidência

Fato que é nítido é que a denúncia é escrita por alguém com profundo conhecimento em linguagem jurídica. Chama atenção também que o conteúdo chegou nos gabinetes no mesmo dia em que a Polícia Civil arquivou o inquérito que investigava a também emedebista Claudia de Giuli por suposto esquema de rachadinha.

Golfe

O diretor do Procon e advogado Jean Dornelas (MDB) se mudou para uma residência no condomínio fechado Quinta do Golfe. A notícia circulou em uma coluna social.

Racha

Uma informação surpreendente circula entre nossos parlamentares. Celso Luiz Peixão (MDB) e Rossini Diniz (PL) não estariam mais apoiando os candidatos do prefeito Edinho Araújo (MDB) nas eleições deste ano, Itamar Borges (MDB) a deputado estadual, e Edinho Filho (MDB), a deputado federal. É preciso saber qual vai ser o impacto na Câmara. Eles fazem parte da base de apoio ao prefeito. Os dois estariam apoiando o ex-prefeito, pré-candidato a deputado estadual, Valdomiro Lopes (PSB).

Revolucionário

Durante lançamento nababesco do livro que conta como o ex-secretário e deputado estadual Itamar Borges revolucionou a agricultura no estado, apenas 4 vereadores foram vistos: Cláudia De Giuli (MDB), Francisco Júnior (União Brasil), Paulo Pauléra (PP) e Anderson Branco (PL). O buffet Félix Petrolli tinha em torno de 600 pessoas, foram servidos 3 tipos de massas, champanhe e cerveja. O prefeito Edinho Araújo (MDB) fez um discurso presencial. O pré-candidato ao governo pelo PSDB, Rodrigo Garcia, e o ex-presidente Michel Temer, por vídeo. A conversa foi uma só: Itamar não está preocupado com a reeleição para deputado estadual. Se prepara para a eleição municipal em 2024. O Peixão e o Rossini não apareceram.   

De Santa Fé

O buffet de Félix Petroni parecia uma nave espacial. Duas imensas telas de LED recebiam os vídeos de apoiadores e apresentavam a história do revolucionário. O prefeito Edinho Araújo, em seu discurso, disse que viu Itamar nascer e que sua mãe e a do deputado foram amigas durante a vida toda.  

Toledo

O jornalista e representante do União Brasil, Roberto Toledo, durante a oficialização da inauguração do novo Mercadão, não foi chamado ao palanque. Se foi erro, gafe ou proposital, ninguém sabe. Mas o clima de desconforto de Toledo ficou claro.

Edinho & Itamar

No primeiro dia das Convenções partidárias, Rio Preto conheceu os seus dois primeiros candidatos oficiais às eleições de 2022: Itamar Borges (MDB) candidato à reeleição de deputado estadual, e Edinho Filho (MDB), a deputado federal. O partido oficializou 61 candidatos a federal e 85 a estadual. O MDB não terá candidato ao governo do Estado. Portanto, deve fazer uma nova convenção para definir com quem vai se casar: Rodrigo Garcia (PSDB).

É o contrário

Quando houve a fusão do DEM com o PSL formando o União Brasil, um tucano bem posicionado na cidade jurou com os pés juntos que Geninho Zuliani (União Brasil) ia se transferir para o PSDB devido às suas ligações históricas com Rodrigo Garcia. Mal imaginava o tucano local que a fórmula que circula na grande mídia, é oposta. A primeira coisa que Rodrigo Garcia fará, segundo essas fontes, é deixar o PSDB e ir para o União Brasil. 

Mudou de carona

O eleitor tem motivos para não acreditar em política. O ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) costurou uma dobrada com João Paulo Rillo (Psol) em Rio Preto. No último sábado, ele acertou uma dobrada exclusiva dentro da cidade com o deputado federal Luiz Carlos Motta (PL). Um bolsonarista e um lulista abraçados. Nada original. Está acontecendo no Brasil todo. Valdomiro correu atrás de Rillo porque o PSB se coligou com o PT. Imagina-se que Rillo vá ter alguma vantagem por estar na mesma chapa que Guilherme Boulos (Psol). O coordenador da campanha de Motta e Valdomiro é o atual secretário de Esporte, Fábio Marcondes (PL).

Rillo, não

Assessoria de imprensa do ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual Valdomiro Lopes da Silva (PSB) nega que ele e João Paulo Rillo, pré-candidato a deputado federal pelo Psol, tenham iniciado uma conversa para compor uma dobrada na eleição deste ano. E reafirma que a dobrada estudada e costurada é com o deputado federal Luiz Carlos Motta (PL), presidente da Federação dos Empregados no Comércio do Estado de São Paulo (Fecomerciários).

No PDT

Na próxima quarta-feira vem a Rio Preto o pré-candidato a deputado federal pelo PDT, Antônio Neto. Ele será acompanhado pelo pré-candidato à estadual, Winnitu Tozadore, pedetista local e coordenador da campanha de Ciro Gomes na região. A vinda de Neto é para conversar com pedetistas da região e traçar um caminho. Aparentemente, o grupo do atual presidente da Executiva Municipal do PDT e pré-candidato à deputado federal, Abner Tofanelli não é convidado. Tozadore disse que ele e Antônio Neto são os candidatos de Ciro em Rio Preto e região.

Pupo & Geninho

O vereador e pré-candidato a deputado estadual Renato Pupo (PSDB) anunciou que fechou uma dobrada com o deputado federal e candidato à reeleição, Geninho Zuliani (União Brasil), com o apoio do vice-prefeito e ex-deputado estadual, Orlando Bolçone (União Brasil). Pupo acredita que nesta eleição os candidatos de fora não terão o volume de votos que tiveram em 2018 e os eleitores perceberam que, no caso, quem faz milagre é santo de casa.

Saia

Paulo Emílio deve ter ficado constrangido durante a primeira noite do Rodeo Country Bulls. Chamou ao palco o revolucionário da agricultura paulista, Itamar Borges para agradecê-lo por ter conseguido R$ 500 mil para o HB. O resultado foi um ataque de ciumeira que ainda não terminou. Vários deputados, como Geninho Zuliani, conseguiram dinheiro para o HB. Na verdade, Geninho e Pupo conseguiram R$ 23 milhões para o Hospital da Região Norte. Se todos que conseguiram ajudar o HB subissem ao palco, o Rodeo ainda não teria terminado.

Continue lendo

AS 10 MAIS LIDAS