Redes Sociais

Região

Morre agente penitenciário que matou esposa e filha em Guaraci

Após o duplo homicídio, o homem tentou contra sua própria vida e foi socorrido. Ele estava internando na Santa Casa de Barretos em estado gravíssimo. Um filho de 5 anos conseguiu fugir

Publicado há

em

O agente penitenciário Ronaldo da Silva Corrêa, de 49 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira, na Santa Casa de Barretos. Ele, que era morador de Guaraci, atirou contra a esposa e sua filha de 18 anos. As duas vítimas morreram no local. Um segundo filho do casal, de cinco anos, conseguiu fugir e pedir ajuda na casa dos vizinhos.

Segundo informações, por motivos não esclarecidos, o agente armado com uma pistola 380 atirou onze vezes contra a sua esposa Rosicleia da Silva, de 46 anos, e na filha Anna Victoria Corrêa, de 18.

Logo em seguida Corrêa atirou contra a própria cabeça. Um filho de cinco anos do casal presenciou os crimes e conseguiu fugiu. A criança pediu ajuda para os vizinhos. Polícia Militar e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados.

O agente penitenciário chegou a ser socorrido com vida e foi levado a Santa Casa de Barretos, devido à gravidade de seu quadro clínico, mas ele não resistiu. Anna Victória e Rosciléia serão enterradas na tarde desta segunda-feira, 14, no cemitério municipal de Guaraci.

O corpo de Corrêa foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e será liberado aos familiares.

Momento antes do crime, a filha morta deixou uma mensagem nas redes sociais desejando um feliz dia dos pais ao agente. A Polícia Civil investiga o caso.

AS 10 MAIS LIDAS