GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Saúde

Colchão mal conservado pode ser prejudicial à saúde

Um colchão vencido acumula tri­lhões de ácaros que podem causar problemas respiratórios. Além disso, um colchão vencido pode ainda causar dores na coluna, pro­porcionar noites mal dormidas e muita indisposição no outro dia

Foi-se o tempo no qual as pessoas compravam um colchão para a vida toda. Essa tradição, além de ultrapassada, ainda pode ser ex­tremamente prejudicial à saúde. Um colchão vencido acumula tri­lhões de ácaros que podem causar problemas respiratórios. Além disso, um colchão vencido pode ainda causar dores na coluna, pro­porcionar noites mal dormidas e muita indisposição no outro dia.

De acordo com a diretora da Americanflex, Jane Jardini, além dos cuidados básicos do dia a dia como manter o colchão em local ven­tilado, girar o mesmo periodicamente, entre outros, é preciso trocar o colchão.

“Os colchões tanto de espuma como de molas, com o passar do tempo e utilização, acabam acumulando sujeira, ácaros e outros microrganismos que podem ser muito prejudiciais à saúde. Ainda mais se o produto não contar com tratamentos específicos antiáca­ros”, afirma Jane.

Segundo pesquisas, a durabilidade tanto molas quanto espuma de um bom colchão varia de três a cinco anos. Tudo, lógico, de acordo com a forma de conservação do consumidor. Por isso, é preciso atenção desde a hora da compra.

O consumidor precisa ficar atento à qualidade dos colchões. “Ve­rifique se o produto conta com Selo Pró Espuma Qualidade, INER e Inmetro, isso certifica que ele foi testado e aprovado em labora­tório.

Algumas marcas, como a Americanflex, oferecem ainda trata­mentos e proteção antiácaro e antialérgica nos colchões, o que con­tribui para aumento da vida útil do produto”, ressalta Jane.

 

Além dos problemas respiratórios, um colchão com uma espuma ou mola de má qualidade pode se deformar com mais facilidade e, consequentemente causar problemas mais sérios como de coluna, por exemplo.Foi-se o tempo no qual as pessoas compravam um colchão para a vida toda. Essa tradição, além de ultrapassada, ainda pode ser ex­tremamente prejudicial à saúde. Um colchão vencido acumula tri­lhões de ácaros que podem causar problemas respiratórios. Além disso, um colchão vencido pode ainda causar dores na coluna, pro­porcionar noites mal dormidas e muita indisposição no outro dia.

De acordo com a diretora da Americanflex, Jane Jardini, além dos cuidados básicos do dia a dia como manter o colchão em local ven­tilado, girar o mesmo periodicamente, entre outros, é preciso trocar o colchão.

“Os colchões tanto de espuma como de molas, com o passar do tempo e utilização, acabam acumulando sujeira, ácaros e outros microrganismos que podem ser muito prejudiciais à saúde. Ainda mais se o produto não contar com tratamentos específicos antiáca­ros”, afirma Jane.

Segundo pesquisas, a durabilidade tanto molas quanto espuma de um bom colchão varia de três a cinco anos. Tudo, lógico, de acordo com a forma de conservação do consumidor. Por isso, é preciso atenção desde a hora da compra.

O consumidor precisa ficar atento à qualidade dos colchões. “Ve­rifique se o produto conta com Selo Pró Espuma Qualidade, INER e Inmetro, isso certifica que ele foi testado e aprovado em labora­tório.

Algumas marcas, como a Americanflex, oferecem ainda trata­mentos e proteção antiácaro e antialérgica nos colchões, o que con­tribui para aumento da vida útil do produto”, ressalta Jane.

Além dos problemas respiratórios, um colchão com uma espuma ou mola de má qualidade pode se deformar com mais facilidade e, consequentemente causar problemas mais sérios como de coluna, por exemplo.

Por Da Redação em 28/11/2019 às 23:59
TerrasAlphaville