Saúde

Unidades referência para síndrome gripal atendem 1,2 mil pessoas em 4 dias

Destes, 116 crianças de até 12 anos foram atendidas no Anexo Faceres, local exclusivo para esta faixa etária

A Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Saúde, realizou 1.293 atendimentos nas 11 unidades de referência para pacientes com sintomas gripais (síndrome gripal leve), entre segunda e quinta-feira desta semana (23 a 26). Destes, 116 crianças de até 12 anos foram atendidas no Anexo Faceres, local exclusivo para esta faixa etária, que iniciou o os trabalhos na terça-feira (24).

A determinação de criar unidades de referência para pessoas com síndrome gripal partiu do Comitê Gestor de Enfrentamento ao Coronavírus, a fim de evitar aglomeração nas unidades de saúde e evitar o possível contágio entre pacientes.

As 11 unidades de referência estão realizando o atendimento exclusivo de pacientes com síndrome gripal leve, que não estejam com dificuldade para respirar. Pacientes com falta de ar associada aos outros sintomas devem procurar os serviços médicos de urgência.

Entre os sintomas mais comuns de síndrome gripal estão febre de início súbito, acompanhada de tosse ou dor de garganta e associada dor no corpo, na cabeça ou nas articulações. Em crianças com menos de 2 anos, considerar febre de início súbito e sintomas respiratórios como tosse, coriza e obstrução nasal.

As unidades de referência para pacientes com síndrome gripal leve atendem de segunda a sexta-feira das 8h às 22h, a não ser a unidade infantil (Anexo Faceres), que funciona das 7h às 22h.

Unidades de referência - Síndrome gripal leve

1. Centro de Saúde Escola Estoril;

2. UBS Central;

3. UBSF Vetorazzo;

4. UBSF São Deocleciano;

5. UBSF Lealdade Amizade;

6. UBSF Engenheiro Schmitt;

7. UBSF Anchieta;

8. UBS Solo Sagrado;

9. UBSF Santo Antônio;

10. UBSF Caic

11. Anexo Faceres - Unidade infantil - rua Ida Tagliavini Polachini, 580, ao lado da unidade básica de saúde do Santo Antônio

Por Alex Pelicer em 27/03/2020 14:06
TerrasAlphaville