Saúde

Edinho apoia vacinação de motoristas do transporte urbano em Rio Preto

Secretaria Municipal de Saúde aguarda decisão do governo estadual para definir logística

O prefeito Edinho Araújo e o secretário de Saúde do município Aldenis Borim manifestaram, em reunião na manhã desta terça-feira (20), total apoio ao pleito do Sindicato dos Motoristas de Rio Preto, que solicita a vacinação dos motoristas do transporte urbano e suburbano, por considerar que o exercício dessa atividade implica em riscos de contaminação pela Covid-19.

Edinho recebeu o presidente do Sindicato, Daniel Rodrigues, o secretário geral, Rogério Moraes, e o responsável pelo departamento jurídico da entidade, Omar Hakim.

“A categoria tem todo o nosso apoio nessa reivindicação justa, pois os motoristas estão em contato diário com um grande número de passageiros, portanto uma atividade de risco para o contágio”, disse o prefeito durante a audiência.

Antes do encontro, o prefeito Edinho ligou para o secretário executivo da Secretaria de Estado da Saúde, Eduardo Ribeiro, manifestando preocupação com a necessidade de antecipar a vacinação dos motoristas, assim como foi feito com grupos de professores e pessoal de segurança. O secretário geral da pasta informou que a definição da data de vacinação da categoria será discutida e anunciada na próxima quinta-feira (22), pelo Governo de São Paulo.

LOGÍSTICA

Segundo projeção do sindicato, aproximadamente mil motoristas, entre urbanos e suburbanos, estariam aptos a receber a vacina. O secretário Aldenis Borim afirmou que, assim que houver uma definição sobre a data, a Saúde de Rio Preto montará uma logística especial para acelerar a votação.

“A tendência é destinarmos um local exclusivo para atender aos motoristas, e o sindicato e as empresas definiriam a logística para o comparecimento dos motoristas”, disse.

Os representantes do Sindicato agradeceram ao prefeito pelo apoio e informaram que em uma outra reunião, realizada ontem à noite em São Paulo com as presenças de líderes da categoria, o governo de São Paulo comprometeu-se a estudar uma data para a imunização dos profissionais. Representaram o governo do Estado o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi.

Por Da Redação em 20/04/2021 12:09