Redes Sociais

Saúde

HB recruta idosos para estudo mundial de vacina contra vírus respiratório

Pesquisa realizada em parceria com a fabricante Johnson & Johnson será conduzida pela Famerp em Rio Preto

Publicado há

em

O Hospital de Base de Rio Preto inicia a partir desta quinta-feira (09), o recrutamento de voluntários com mais de 60 anos para participarem do Estudo EVERGREEN – uma pesquisa mundial para desenvolver uma vacina contra o vírus sincicial respiratório, o VSR, facilmente disseminado entre crianças e  apontado como principal causa da superlotação de leitos no Hospital da Criança e Maternidade (HCM).

Esta é a fase três do estudo. No total, 24 mil pessoas participarão da pesquisa. O imunizante deverá ser desenvolvido dentro do prazo de dois anos.

“Esse é um estudo de fase três, que vai verificar a eficácia dessa vacina contra o vírus sincicial respiratório e vai ser feito através da vacinação de voluntários e o acompanhamento deles durante dois anos. A faixa etária selecionada foi a de idosos acima de 60 anos porque é nela que o vírus causa infecção mais grave”, explicou Maurício Lacerda Nogueira, professor da Famerp e coordenador do estudo em Rio Preto.

Mais detalhes e informações para se cadastrar, clique aqui. 

VSR

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o VSR é responsável por até 75% das bronquiolites e 40% das pneumonias. Ainda não existe vacina contra a doença, mas o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza, desde 2013, o medicamento palivizumabe – indicado especialmente para bebês prematuros extremos, aqueles com cardiopatia congênita ou doença pulmonar crônica, casos em que a infecção costuma ser mais grave.

O vírus é muito contagioso, sendo transmitido pelo ar, por toque e por objetos contaminados. A prevenção é similar às outras infecções de causa viral, incluindo a covid-19. Na maioria dos casos, a doença apresenta sintomas leves, que variam entre sete e 12 dias. O tratamento é feito em casa por meio de medidas gerais de suporte, como antitérmicos em caso de febre, e medidas para desobstrução nasal, como inalações com soro e a lavagem nasal. Em alguns casos, podem estar indicados broncodilatadores e nebulização com salina hipertônica. (com informações da Fiocruz).

AS 10 MAIS LIDAS