Redes Sociais

Saúde

Nesta semana, Rio Preto acolheu quatro macacos com sinais de intoxicação

Outros quatro animais não resistiram às agressões

Publicado há

em

Com a chegada de mais um sagui ao Zoológico Municipal de Rio Preto no fim da tarde da última quinta-feira (4/8), a instituição soma quatro animais da espécie acolhidos nesta semana, todos provenientes do Parque Ecológico Sul. De acordo com a Prefeitura, todos tinham sinais de intoxicação e não resistiram às agressões.

Já os três macacos-prego resgatados na Mata dos Macacos estão estáveis. Um deles teve o fêmur fraturado e passou por cirurgia nesta quinta-feira. Agora, passa por exames clínicos para avaliar a necessidade de uma nova intervenção cirúrgica. 

Casos de animais intoxicados

– 4 macacos-prego, da Mata dos Macacos. Um filhote foi encontrado morto no local. Três foram levados ao zoológico (dois no dia 3/8 e um em 4/8) e estão estáveis. 

– 4 saguis-de-tufos-pretos, provenientes do Parque Ecológico Sul, dois na quarta (3) e dois na quinta-feira (4). Nenhum deles resistiu. 

“Esse tipo de varíola leva esse nome porque o vírus monkeypox, que causa a doença, foi inicialmente identificado na década de 1960, em macacos que estavam em laboratório. Mas a transmissão da doença não se dá do macaco para o homem e sim de pessoa para pessoa, por meio do contato íntimo, da proximidade”, alerta a gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Rio Preto, Andreia Negri. “Por isso, pedimos que a população não faça nada contra esses animais, nenhum tipo de violência, porque eles não transmitem a varíola dos macacos”, reforça.

(com informações de Daniel Martins/Prefeitura de Rio Preto). 

 

AS 10 MAIS LIDAS