Redes Sociais

Social

Marcela Portella, a primeira mulher da história a ser homenageada na categoria Jovem Empreendedor

A rio-pretense ganha o Prêmio Acirp pelo sucesso com o bar Frei Caneco

Publicado há

em

Trocar humanas pela área de exatas foi uma das melhores escolhas da vida da empresária Marcella Portella, de 35 anos, vencedora da categoria Jovem Empreendedora do Diploma ao Mérito 2015, prêmio concedido pela Associação Comercial de São José do Rio Preto (Acirp). A cerimônia de entrega do prêmio será nesta sexta-feira, dia 28 de agosto, no Vila Conte.

Formada em jornalismo, ela decidiu, por incentivo de seu então namorado e, hoje marido e pai de seu filho Gabriel, Cacaco Cunha, se arriscar, em 2008, no mercado de bares ao inaugurar o Boemia Butiquim – um dos destaques da noite rio-pretense.

O sucesso foi tanto que, apenas oito meses depois da inauguração o Boemia conquistou o Rótulo de Prata da Ambev – sendo considerado o 2° melhor bar do Estado de São Paulo. Em 2011, eles inauguraram o Frei Caneco Choperia – local escolhido por quem gosta de boa comida, música e um ambiente diferenciado – que acaba de entrar para o sistema de franchising e vencer, pelo segundo ano consecutivo o concurso do Festival Sabor de São Paulo.

Naquela época, ela não hesitou em deixar suas matérias e entrevistas de lado para entrar de vez para a área de administração. Desde então, Marcella tem se especializado com cursos de capacitação constantes. Para ela, ganhar este prêmio é um reconhecimento de todo esforço aplicado ao longo de todos esses anos. É a quinta vez que ela se inscreve no Prêmio Acirp por acreditar na credibilidade e seriedade deste prêmio realizado desde 1956. “Pretendo preencher o questionário de inscrição pelo menos nos próximos anos, mesmo sem poder participar novamente da premiação. É como se fosse uma terapia do meu próprio negócio, refletindo e avaliando todos os setores desde atendimento até planos de expansão”, revela. 

AS 10 MAIS LIDAS